Integrada ao Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, unidade Parintins, a Biblioteca Fred Góes foi inaugurada em setembro de 2013, com o objetivo de atender todos os níveis de ensino, além de formação técnica, profissional e intelectual. O espaço conta com cerca de 10 mil obras de referências gerais, da Amazônia, folhetos periódicos, livros em Braille e audiolivros, além de equipamentos e softwares acessíveis (computador acessível com ampliador de tela, software leitor de tela e lupa eletrônica).

O local oferece, ainda, um espaço inteiramente dedicado ao público infantil, com ambientação confortável e acolhedora para ler e estudar, permitindo às crianças explorarem o universo da literatura individualmente ou em grupo, bem como assistir a filmes, participar de teatralizações, hora do conto e brincadeiras com fantoches.

A Biblioteca recebe nome em homenagem ao paritinense Frederico Daniel Paulo Rolim de Góes. Jornalista formado pela faculdade de Comunicação Social da Fundação Casper Líbero de São Paulo, Fred Góes trabalhou em grandes jornais como “O Diário Popular” e “Jornal de Tarde”. Recebeu, juntamente com uma equipe de 35 repórteres, o Prêmio Esso de Jornalismo, pela cobertura do incêndio do Prédio Joelma. Fred também tem participação expressiva na história do Boi-Bumbá Garantido, do qual chegou a ser compositor, presidente e diretor de arte.

Biblioteca Fred Góes – Parintins. Foto: Divulgação/SEC

Serviços:
Atendimento por bibliotecário, acompanhamento por auxiliar de biblioteca, consulta ao acervo e equipamentos acessíveis para deficientes visuais e atividades infantis.

Espectadores/ Visitantes:
Cerca de 5 mil ao ano

Funcionamento:
De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e 14h às 18h
Aos sábados, das 14h às 18h
Entrada gratuita

Endereço:
Av. Nações Unidas, s/nº, Centro – Centro Cultural de Parintins

Contatos:
E-mails: diretoriaccam@culturamazonas.am.gov.br / diretoriaccam@gmail.com
Telefones: (92) 3090-6934/ 3533-6234

Acessibilidade para deficientes físico, visual e auditivo