Home Notícias ‘Mulheres da Ópera’ emociona o público no Shopping Ponta Negra

‘Mulheres da Ópera’ emociona o público no Shopping Ponta Negra

Espetáculo destaca o papel da mulher no universo da ópera

Foto: Yasmin Rodrigues/Divulgação

Quem passeava na noite deste sábado (18/05) pelos corredores do Shopping Ponta Negra foi atraído pelas vozes do elenco do espetáculo “Mulheres da Ópera”. O concerto, que faz parte da programação do 22º Festival Amazonas de Ópera (FAO), destaca a presença feminina no universo operístico, ao mesmo tempo em que propõe uma reflexão sobre a forma como as mulheres são representadas.

O FAO é realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), com patrocínio master do Bradesco, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cidadania e Secretaria Especial de Cultura.

Durante 40 minutos, o público se encantou com as cantoras interpretando árias que falam de mulheres sedutoras, fortes e apaixonadas. “Não costumo muito assistir ópera, mas fiquei bastante emocionada, do começo ao fim da apresentação”, comenta a odontóloga Marina Duarte.

Já a funcionária pública Larissa Lima conta que jamais havia pensado em assistir a uma ópera no shopping. “Sem dúvida foi uma experiência diferente e envolvente, adorei ter o contato olho no olho com as cantoras e ver as emoções delas enquanto interpretavam cada personagem”, disse.

A soprano Carol Martins abriu o espetáculo com a ária “O mio babbino caro”, da ópera “Gianni Schicchi” (Giacomo Puccini). Um dos pontos altos da apresentação foi a ária “È un anatema”, de “La Gioconda” (Amilcare Ponchielli), interpretada por Raquel de Queiroz e Kelly Fernandes. Outro momento emocionante, com a participação de todas as cantoras, foi a “Cavalgada das Valquírias”, de “Die Walküre” (Richard Wagner).

“Mulheres da Ópera” conta com elenco estrelado, formado pelas sopranos Carol Martins, Elane Monteiro, Mirian Abad e Raquel de Queiroz; e as mezzo-sopranos Kelly Fernandes e Yana Stravaganzzi, que na apresentação são acompanhadas pelo pianista Pedro Panilha.

Segundo a soprano Elane Monteiro, a ideia do espetáculo é mostrar outra visão da mulher e exaltar suas histórias. “Apresentar o espetáculo fora do Teatro Amazonas é totalmente diferente. No shopping temos a oportunidade de ter um contato maior com o público”, comenta a artista, que faz parte do Coral do Amazonas e se descobriu na ópera há quase 20 anos.

A coordenadora de marketing do Shopping Ponta Negra, Priscila Furtado, disse que foi uma honra para o empreendimento fazer parte, mais uma vez, da programação do FAO, oportunidade em que trouxe uma atração diferenciada para o público que frequenta o centro de compras e ainda possibilitou a valorização do trabalho dos artistas da cena cultural.

“Temos uma parceria muito forte com a SEC. Ano passado também fizemos parte da programação do Festival e tivemos a oportunidade de sediar intervenções artísticas, exposições de figurinos, de elementos cenográficos e fotografias”, lembra Priscila.

Para quem ainda não teve a oportunidade de assistir, o espetáculo “Mulheres da Ópera” também será apresentado na Fundação Bradesco, na quarta-feira (22/5), às 9h30 e às 15h30; na Fundação Cecon, no sábado (25/5), às 10h; e na Fundação Doutor Thomas, dia 27/5, segunda-feira, às 10h.

‘Ensaios líricos’ – No roteiro do FAO, o Shopping Ponta Negra  também sedia até hoje (19/05) a exposição “Ensaios líricos”, da fotógrafa e videomaker amazonense Bárbara Umbra, que fez um ensaio inspirado em personagens de ópera protagonizadas pela cantora lírica e soprano solista Dhijana Nobre. O resultado do trabalho está exposto no piso L2.

“Eu estou no FAO desde 2009 e queria de alguma forma deixar os registros da construção dos personagens. Conversando com a Bárbara, tivemos a ideia de fazer esse ensaio. Foi cansativo e desafiante, mas adoramos o resultado e esperamos que o público que venha conferir também goste”, conta a cantora lírica Dhijana Nobre, que revela que elas já planejam fazer a continuação do ensaio fotográfico no próximo ano.

Sobre o 22º FAO – Em 2019, o FAO celebra o centenário de nascimento de Claudio Santoro com a apresentação da ópera “Alma”, do compositor e maestro amazonense. Também estão na programação “Ernani”, de Giuseppe Verdi; “Maria Stuarda”, de Gaetano Donizetti; “Tosca”, de Giacomo Puccini; e “Mater Dolorosa”, baseada na cantata “Stabat Mater Dolorosa”, de Giovanni Pergolesi.

Os ingressos para o FAO 2019 estão à venda na bilheteria do Teatro Amazonas e pelo site Bilheteria Digital (www.bilheteriadigital.com/teatroamazonas), com valores que vão de R$ 2,50 a R$ 60.

A programação do festival abrange ainda o Recital Bradesco, com canções compostas por Claudio Santoro; o projeto “Ópera Mirim”; o encontro “Os Teatros de Ópera e a Economia Criativa na América Latina”, voltado para apresentar dados e casos de sucesso sobre a Indústria da Ópera na América Latina; o concerto do Dia das Mães, já realizado; e Mulheres da Ópera.

Sobre o Bradesco Cultura – Com centenas de projetos patrocinados anualmente, o Bradesco acredita que a cultura é um agente transformador da sociedade. O Banco apoia iniciativas que contribuem para a sustentabilidade de manifestações culturais que acontecem de norte a sul do País, reforçando o seu compromisso com a democratização da arte.

São eventos regionais, feiras, exposições, centros culturais, orquestras, musicais e muitos outros, além do Teatro Bradesco em São Paulo. Fazem parte do calendário 2019 atrações como o musical “O Fantasma da Ópera” e o Natal do Bradesco, em Curitiba