EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Amazonenses fora do país acompanham Festival Folclórico de Parintins pela internet

Natallie Miki e família – Foto Divulgação

Apaixonadas pelo Festival de Parintins, Natallie Miki, Marcella Antony e Karen Carvalho dividem uma semelhança: moram no exterior, mas estão de olho em todos os detalhes.

Amazonenses que moram fora do país estão acompanhando o 55º Festival Folclórico Parintins, que acontece até domingo (26/06), pela internet. O evento, realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, é transmitido pelo canal da TV A Crítica no Youtube.

Para quem já esteve dentro da arena, sentindo o rufar dos tambores, a saudade é ainda maior. A musicista Karen Carvalho integrou o Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro e participou da Batucada, durante quatro anos, tocando violoncelo, mas, atualmente, faz mestrado nos Estados Unidos.

Ela relata que adaptou a rotina de trabalho para acompanhar a transmissão pela internet.

Karen Carvalho – Foto Michael Dantas/Cultura

“A ansiedade está bem grande, tive que me programar bem com meus alunos particulares para encaixar a transmissão. Chamei meus amigos e estou tentando explicar o que é o Festival Folclórico de Parintins, algo inigualável, traduzir tudo isso para o inglês fica ainda mais complexo”, comenta a musicista.

Marcella Antony conta que começou a frequentar aulas de dança no ritmo do boi-bumbá aos nove anos e, desde então, começou a frequentar os ensaios. Agora, com o retorno do Festival e morando no Canadá, ela destaca que a transmissão vai aproximar a cultura amazonense do hemisfério norte.

“Eu amo o Festival desde pequena. E receber a notícia que vão transmitir o festival pelo Youtube foi uma surpresa. Amigos que estão aqui nunca puderam acompanhar antes e agora podem fazer isso junto comigo. Com certeza vai ter festa em Vancouver, no Canadá, e, assim, matar um pouco da saudade da nossa cultura”, afirma Marcella.

Marcella Antony e família – Foto Divulgação

“Eu amo o Festival desde pequena. E receber a notícia que vão transmitir o festival pelo Youtube foi uma surpresa.

Amigos que estão aqui nunca puderam acompanhar antes e agora podem fazer isso junto comigo. Com certeza vai ter festa em Vancouver, no Canadá, e, assim, matar um pouco da saudade da nossa cultura”, afirma Marcella.

Do outro lado do globo terrestre, morando no Japão há três anos, esta é a chance de Natallie se aproximar novamente da cultura amazonense e se emocionar através da tela de uma TV, celular ou computador.

Do outro lado do globo terrestre, morando no Japão há três anos, esta é a chance de Natallie se aproximar novamente da cultura amazonense e se emocionar através da tela de uma TV, celular ou computador.

“Meu fim de semana já está programado em cima do festival e não irei perder nenhuma noite. Minha família ama e assistimos todos juntos. São 13 horas de fuso horário, mas vale muito a pena”, declara a amazonense.

A transmissão acontece, neste sábado e domingo (25 e 26/06), a partir das 20h, no horário de Manaus.

Você pode gostar