EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Arte, formação e ideias em projeto on-line com jovens artistas do Amazonas

*Com informações da assessoria

Arte, formação e ideias são o foco de um projeto on-line protagonizado por jovens artistas de Dança, Teatro, Artes Visuais, Literatura e Performance do Amazonas. O “Pitiú Textual das Artes: Jovens Artistas” terá uma série de oficinas, bate-papos e performances em torno de temáticas e linguagens do fazer artístico contemporâneo. O projeto, promovido pelo site Pitiú Textual das Artes, inicia no dia 29 de março e segue até 24 de abril, com atividades gratuitas e virtuais na plataforma Zoom.

Participam do “Jovens Artistas” nomes da atual geração que já figuram em produções cênicas, literárias e audiovisuais e em galerias de arte em Manaus e em outros circuitos artísticos. São eles: Adanilo, Beatriz Mascarenhas, Bruna Mazzotti, Diego Leonardo, Dimas Mendonça, Felipe Fernandes, Isabela Catão, Keven Sobreira, Leo Scant, Marcos Telles, Miro Messa, Sofia Sahakian e Walter Juur.

A agenda do projeto terá quatro oficinas, tendo à frente Bruna Mazzotti, Sofia Sahakian, Adanilo e Marcos Telles. Todas as formações serão de segunda a sexta-feira, com duas horas diárias, iniciando às 13h30 (Adanilo) e às 14h30 (demais oficinas). Os bate-papos terão lugar sempre às segundas, quartas e sextas, a partir das 19h, com diferentes artistas e temáticas em 12 edições. As oficinas e bate-papos são voltados também para jovens artistas e criadores, de qualquer linguagem ou vertente.

As performances serão aos sábados, às 19h30, trazendo criações de Dimas Mendonça, Miro Messa, Leo Scant, Felipe Fernandes e Walter Juur. As apresentações do projeto serão abertas ao público jovem e adulto em geral.

O projeto “Pitiú Textual das Artes: Jovens Artistas” foi contemplado pelo edital emergencial Prêmio Feliciano Lana – Lei Aldir Blanc e conta com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, e do Governo Federal, por meio da Secretaria Especial da Cultura.

Nova geração, novo momento – Com o “Jovens Artistas”, o site Pitiú Textual das Artes visa promover o diálogo e a troca de vivências entre artistas de uma geração que transita entre a formação e a busca por um caminho artístico. Dessa forma, promove reflexões sobre o fazer artístico e o papel da arte e dos artistas no mundo atual, em particular diante do atual cenário de pandemia.

“Escutei de muitos artistas, principalmente dos jovens, de como a pandemia tinha afetado aspectos emocionais, de sociabilidade e, principalmente, econômicos, nos seus cotidianos. Assim, com a oportunidade que apareceu de envio de projetos para o edital emergencial Prêmio Feliciano Lana – Lei Aldir Blanc, nós do Site Pitiú achamos pertinente a realização de um projeto que, além de servir de vitrine de divulgação das oficinas, obras, ideias, pensamentos e processos das(os) jovens artistas convidadas(os), poderia contribuir para suas economias, que mesmo antes da pandemia já eram difíceis e que com ela foram ficando mais precarizadas. Pensamos que é muito importante não deixar de pensar em arte/estética sem pensar em economia, e problematizar a precarização econômica dos artistas”, afirma o artista Francisco Rider, cocriador do Pitiú Textual.

O projeto também permitirá o registro da arte e das ideias de artistas da geração de hoje num momento único, com uma realidade marcada por um convívio social restrito e relações pessoais mediadas pela tecnologia, em meio ao medo do novo coronavírus e a uma grande perda de vidas humanas.

“A pandemia transformou a vida das pessoas e das sociedades, e a vivência desse momento sem dúvida estará presente nas interações entre os artistas nas oficinas e bate-papos, assim como nas performances. A mera proposta de eventos inteiramente on-line, como o ‘Jovens Artistas’ e outros que ocorrem hoje, ou de criações artísticas produzidas para o formato de videoconferência, dá uma noção da realidade transformada em que os artistas e todos nós estamos vivendo”, afirma o jornalista Jony Clay Borges, cocriador do Pitiú ao lado de Rider.

Oficinas – A agenda do “Jovens Artistas” inicia com a oficina “Uma Imagem Atrás da Outra: Tarô enquanto iminência à prática artística”. A formação terá como facilitadora a artista visual e arte educadora Bruna Mazzotti, e enfoca o tarô, tradicional jogo de cartas que remonta aos séculos XV e XVI, como aliado da criação artística. A atividade acontece de 29 de março a 2 de abril, segunda a sexta-feira, sempre das 14h30 às 16h30, e as inscrições já podem ser efetuadas no endereço https://cutt.ly/OficinaBrunaMazzotti.

A programação de oficinas terá ainda “Hip Hop Básico com Foco nos Passos da New School”, com o bailarino de danças urbanas, Marcos Telles, de 5 a 9 de abril; “Todo Mundo é Dramaturgo”, com o ator e dramaturgo Adanilo, de 12 a 16 de abril; e “Dança Improvisação”, com a bailarina e atriz Sofia Sahakian, de 19 a 23 de abril. Todas as formações acontecem de segunda a sexta-feira, das 13h30 às 15h30 (oficina com Adanilo) e das 14h30 às 16h30 (demais oficinas).

A participação nas oficinas se dá por meio de inscrição on-line gratuita, via formulário on-line. Os cursos têm vagas limitadas, e os inscritos selecionados receberão confirmação por e-mail, até o dia anterior ao início da formação. Todas as oficinas dão direito a certificado/declaração de participação de 15 horas de atividades complementares, condicionada à presença on-line em todos os dias da atividade.

Performances virtuais – A programação do “Jovens Artistas” terá quatro performances, sempre aos sábados. O ator e performer Dimas Mendonça fará a primeira apresentação, com “Abaporutação/Processo Natimorto: Descorpotação”, no dia 3 de abril, às 19h30. A criação se desenvolve num cubículo de casa, onde corpos encaixotados repetem rotinas e encontram possibilidades de re-existência, reinvenção e superação.

Nos sábados seguintes, sempre no mesmo horário, serão encenadas “Você consegue dormir?”, de Miro Messa, e “Entre paredes y cielos”, de Leo Scant ambas no dia 10 de abril; “Casa de Sananga: A Viagem de Sananga”com Felipe Fernandes, no dia 17; e “Contratempo”, de Walter Juur, de dia 24.

Os interessados em assistir às performances poderão conferir os links para acesso às salas virtuais nos dias das apresentações, no Pitiú Textual (medium.com/pitiutextualdasartes) e nos perfis do site no Facebook (facebook.com/pitiutextual), Instagram (instagram.com/pitiu_textual) e Twitter (twitter.com/pitiutextual).

Bate-papos – A cada semana, o “Jovens Artistas” vai promover bate-papos com três participantes do projeto, enfocando temáticas do fazer artístico contemporâneo e suas inter-relações com campos do cotidiano: pandemia, gênero, mercado, sexualidades, formação/educação, política, processo de criação, entre outros. Os encontros serão sempre às segundas, quartas e sextas, às 19h, com mediação de Francisco Rider, Jony Clay Borges e convidados.

A agenda inicia com Sofia Sahakian, no dia 29 de março, segunda-feira, seguida de Bruna Mazzotti, no dia 31, quarta. Logo após vêm Beatriz Mascarenhas (dia 2 de abril), Dimas Mendonça (dia 5), Miro Messa (dia 7), Diego Leonardo (dia 9), Isabela Catão (dia 12), Felipe Fernandes (dia 14), Marcos Telles (dia 16), Keven Sobreira (dia 19), Leo Scant (dia 21) e Walter Juur (dia 23).

Os encontros têm participação aberta aos internautas, sem a necessidade de inscrição prévia. Os links para acesso às salas virtuais serão divulgados nos dias anteriores a cada bate-papo, também por meio do Pitiú Textual e das redes sociais do site.

Pitiú Textual – O Pitiú Textual das Artes (medium.com/pitiutextualdasartes) é um site voltado à difusão de informações, ideias e experiências relacionadas aos cenários de Dança, Teatro e Performance de Manaus e de outros centros do circuito artístico brasileiro. O projeto é uma iniciativa do artista Francisco Rider e do jornalista Jony Clay Borges.

O projeto reúne conteúdos textuais vários, dentre notícias, entrevistas, artigos, resenhas, ensaios e outros escritos, de cunho acadêmico ou não, visando contribuir com a divulgação e a troca de experiências e de ideias relacionadas ao fazer artístico contemporâneo entre segmentos e cenários.

PROGRAMAÇÃO

Oficinas

De segunda a sexta, das 13h30 às 15h30 (formação com Adanilo) e das 14h30 às 16h30 (demais oficinas)

De 29 de março a 2 de abril

“Uma Imagem Atrás da Outra: Tarô enquanto iminência à prática artística”

Facilitadora: Bruna Mazzotti

De 5 a 9 de abril

“Hip Hop Básico com Foco nos Passos da New School”

Facilitador: Marcos Telles

De 12 a 16 de abril

“Todo Mundo é Dramaturgo”

Facilitador: Adanilo

De 19 a 23 de abril

“Dança Improvisação”

Facilitadora: Sofia Sahakian

Bate-papos

Segundas, quartas e sextas, às 19h

Dia 29 de março: Sofia Sahakian

Dia 31: Bruna Mazzotti

Dia 2 de abril: Beatriz Mascarenhas

Dia 5: Dimas Mendonça

Dia 7: Miro Messa

Dia 9: Diego Leonardo

Dia 12: Isabela Catão

Dia 14: Felipe Fernandes

Dia 16: Marcos Telles

Dia 19: Keven Sobreira

Dia 21: Leo Scant

Dia 23: Walter Juur

Performances

Sábados, às 19h30

Dia 3: “Abaporutação/Processo Natimorto: Corpotação”, de Dimas Mendonça

Dia 10: “Você consegue dormir?”, de Miro Messa; e “Entre paredes y cielos”, de Leo Scant

Dia 17: “Casa de Sananga: A Viagem de Sananga”, de Felipe Fernandes

Dia 24: “Contratempo”, de Walter Juur

SERVIÇO: PROJETO “PITIÚ TEXTUAL DAS ARTES: JOVENS ARTISTAS”

Datas: De 29 de março a 24 de abril (confira a PROGRAMAÇÃO)

Acesso:

• Performances e bate-papos: links de acesso à plataforma Zoom serão divulgados previamente no site Pitiú Textual (medium.com/pitiutextualdasartes) e nos perfis nas redes sociais Facebook (facebook.com/pitiutextual), Instagram (instagram.com/pitiu_textual) e Twitter (twitter.com/pitiutextual)

• Oficinas: o acesso será disponibilizado individualmente para os participantes, mediante inscrição prévia em formulário on-line

Valor: Acesso gratuito a todas as atividades

Realização: Pitiú Textual das Artes

Patrocínio: Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, e Governo Federal, por meio da Secretaria Especial da Cultura

Você pode gostar