EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Boi-bumbá Caprichoso é o campeão do 55° Festival Folclórico de Parintins

O boi da estrela na testa também ganhou o troféu de melhor galera

FOTO: Bruno Zanardo/Secom

O boi-bumbá Caprichoso é campeão do 55° Festival Folclórico de Parintins. Com 1.259,3 pontos, o boi da estrela na testa superou o Garantido, que teve 1.258,5 pontos, e conquistou o 24° título da agremiação folclórica. A apuração ocorreu, na tarde desta segunda-feira (27/06), no Centro Cultural de Parintins – Bumbódromo, palco do duelo entre os bois.

Bastante emocionado, o presidente do boi Caprichoso, Jender Lobato, ressaltou que essa é a vitória de quem levou o festival a sério, de quem investiu para fazer o maior festival de todos os tempos. Lobato destacou, ainda, a dedicação de toda a equipe do bumbá e da galera azul e branca.

Presidente do Caprichoso – Jender Lobato
FOTO: Bruno Zanardo/Secom

“Eu perdi meu pai há duas semanas e eu não tive luto. Eu tive que enterrar meu pai e saí do cemitério para o galpão para trabalhar pelo Caprichoso, para fazer essa apresentação digna que nós fizemos. Eu tenho muito orgulhoso de ter feito esse festival e ter ganhado esse título. Realizado um sonho, um sonho de menino da francesa, de curumim, que nasceu e se criou no Caprichoso”, disse.

O Caprichoso também levou o troféu de “Melhor Galera do Festival”. O Festival é realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural (AADC).

Os troféus do boi campeão e de melhor galera do Festival Folclórico de Parintins 2022 foram criados pelo designer parintinense Fram Canto.

“Parabéns a nossa galera e ganhou o troféu da melhor galera. Parabéns pela torcida do boi Caprichoso que veio, compareceu ontem, último dia do festival. Todo mundo cansado, mas graças a Deus todo mundo deu o seu melhor e a arquibancada deu show. É garra [ser Caprichoso], é responsabilidade, é apresentar para os visitantes que vem de longe assistir ao espetáculo”, destacou o coordenador da Raça Azul, Alam Pimentel.

Em três noites, o Festival Folclórico de Parintins recebeu 50 mil pessoas no Bumbódromo, nos dias 24, 25 e 26 de junho. Na arena, foram mais de 3 mil brincantes em cada noite de apresentações.

O secretário de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, Marcos Apolo Muniz, parabenizou o Caprichoso pela vitória e o Garantido por todo o empenho e os artistas que deram o seu melhor. Sobre o Festival 2023, Apolo disse que o público pode esperar algo maior, tendo em vista que o amazonense não consegue fazer nada igual ou menos.

Secretário de Cultura – Marcos Apolo Muniz
FOTO: Bruno Zanardo/Secom

“Foi um evento extremamente positivo para a economia da cultura, para a economia criativa. Muitas pessoas tiveram oportunidades de ter seu trabalho restabelecido, muitos postos de trabalho ampliados aqui, a partir do funcionamento dos setores comerciais, acima de tudo. E os artistas também saem daqui felizes com o resultado”, finalizou Apolo.

A estrutura disponibilizada pelo Governo do Amazonas para a realização do 55º Festival Folclórico de Parintins incluiu 2 mil servidores estaduais, envolvidos na operação da festa, que movimenta a economia do município.

Na área da saúde, foram 60 profissionais incluindo médicos e enfermeiros. Dois ambulatórios foram montados, um para os torcedores do Caprichoso e outro para a galera do Garantido.

Na segurança pública foram mil servidores, somando efetivos da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Investimento

Para colocar os bois na arena em 2022, as agremiações receberam aporte histórico do Governo do Amazonas. Foram repassados R$ 10 milhões, sendo R$ 5 milhões para cada agremiação.

Você pode gostar