EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Casa das Artes reabre com novas atividades nesta quinta-feira (15/09)

Espaço que estava fechado para manutenção retorna com quatro exposições, que ficarão em cartaz por até três meses

Michael Dantas/Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Referência no Estado em produções artísticas, a Casa das Artes, localizada no Largo de São Sebastião, reabre para visitação na quinta-feira (15/09), a partir das 15h, com quatro novas exposições. Administrada pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa, o espaço estava fechado para manutenção, e retorna com novas mostras que irão seguir em cartaz pelos próximos três meses.

A Casa das Artes funciona de terça-feira a domingo, das 15h às 20h, com entrada gratuita e aberta ao público.

De acordo com o curador da Casa das Artes, Cristovão Coutinho, o retorno da programação é essencial para a cultura do Amazonas, pois esses espaços podem ser ocupados com várias ações nas artes visuais.

“São quatro propostas de atividades nesse retorno, que mostram também como outras linguagens artísticas podem dinamizar e abranger uma produção diversa e criativa para a nossa nova geração de artistas”, conta.

O espaço é separado por quatro salas, e em cada uma conta com produções que retratam temáticas cotidianas do Amazonas, além de diferentes percepções artísticas da cena cultural de Manaus.

Exposições

Na Sala 1, a exposição “Manaós Contemporânea – Arte com Sal”, com curadoria de Sidney Silva, apresenta uma série de imagens inspiradas nas construções antigas do Centro Histórico de Manaus, do final do século XIX, época do ciclo econômico da borracha. O material utilizado na produção das obras é o sal, numa analogia com a fragilidade dessas edificações e o descuido com que são tratadas.

No segundo espaço da Casa das Artes, a exposição “Ruptura”, com curadoria de Francisco D’Almeida e Samantha Karlia, traz aproximadamente 20 pinturas e 10 desenhos com diferentes técnicas, com duas instalações e uma performance artística, que retratam novas concepções da atualidade por meio da experiência estética.

Já na Sala 3, a exposição “Imersão entre linhas Ancestrais Urbanas”, de string art e grafismo indígena futurista, valoriza as manifestações sociais, artísticas, culturais, ambientais e de economia criativa do Amazonas. A exposição conta com a participação de artistas do Coletivo Conexão Puxirum.

Por fim, a exposição “FanArt”, de curadoria do artista visual Cristoffer Ferreira, ficará disponível na Sala 4 da Casa das Artes. A mostra é composta por artes exibidas em impressões digitais sobre papel, divulgando a FanArt – obras de arte baseadas em personagens, itens ou obras notoriamente reconhecidas, reproduzidas por fãs.

Você pode gostar