EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Centro Cultura Usina Chaminé recebe projeto de leituras dramáticas da obra de Sérgio Cardoso

Usina Chaminé. Foto: Michael Dantas.

*Com informações da assessoria do evento

De 2 a 6 de dezembro, sempre às 19h, o Centro Cultural Usina Chaminé (Avenida Manaus Moderna, s/n, Centro), recebe o projeto “Leituras Dramáticas da peça Constance, a cantora de depois de depois do fim do mundo e o submarino do Rio das Sombras”, do dramaturgo Sérgio Cardoso. O evento, assinado pela Associação Cultural Apareceu a Margarida (ACAM), tem acesso gratuito e classificação indicativa para 16 anos.

O ator e diretor teatral Michel Guerrero coordena a leitura dramática, que conta com os atores Rosa Malagueta, Ana Cláudia Motta, Hely Pinto e Geraldo Langbeck. Felipe Moura é responsável pela pesquisa musical e sonoplastia.

A ACAM estuda, há décadas, as obras teatrais de Sérgio Cardoso, tendo montado quatro espetáculos do dramaturgo: “Gabriel Drago e o vampiro do Teatro Lazone” (2001), “A herança maldita de Mercedita de La Cruz” (2006), “Dorothy Garland” (2011) e “Ambrozhya e o Phantasma da Arte” (2019).

“A experimentação de uma recente escrita do autor Sérgio Cardoso nos  confere a primeira parte do processo teatral, de pesquisa e leitura dramática. Após esta etapa, há possibilidade da Apareceu a Margarida realizar a montagem da obra para 2021”, comenta Michel Guerrero.

Vida e obra – Sérgio Cardoso é um artista multifacetado, à frente do seu tempo, um gestor cultural competente, artista plástico e um dos maiores dramaturgos do Amazonas. Quando a ACAM provoca suas escritas para a cena, ela faz com consciência crítica, aliada à comicidade e dualidade, apresentando a condição tragicômica para desfilar os personagens verossímeis e inverossímeis da cidade de Lazone, uma representação do que seria Manaus nas obras do autor. Em “Constance” não seria diferente. Aqui o amor é o passaporte para o rito das desgraças humanas, não deixando de lado a ambição, a lascívia e o retrato de uma época, sempre presentes nas peças de Sérgio.

Este projeto de leituras tem o apoio do Governo Federal – Secretaria Especial de Cultura, Prêmio Conexões Culturais – Lei Aldir Blanc – Prefeitura de Manaus – Manauscult e Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa.

Você pode gostar