EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Companhia Storge apresenta ‘Eczema’ e ‘Ano 5’ no Teatro da Instalação

*Com informações da assessoria do evento

Nesta sexta-feira (4/12), a Companhia Storge apresentará dois espetáculos no Teatro da Instalação: “Eczema” e “Ano 5”. As sessões acontecerão às 17h e 19h, respectivamente, e são gratuitas, mediante agendamento no Portal da Cultura (cultura.am.gov.br).

“Eczema”é um processo criativo em aberto que fala sobre lutas pessoais do interprete, dos procedimentos de cura física e da ligação no que ele acredita sobre planos espirituais. Busca trazer reflexões sobre dores leves e momentâneas, mas que produziram um caráter renovador em si mesmo, sobre internalizações que precisam transpor, sobre dores não existentes, mas que precisam ser conversadas.

Com técnica em dança-teatro e movimentos de dança moderna, a obra pretende permear sobre a lógica de espaços abertos para sua fundamentação estética, e traz em cena reflexões de como sucedeu o descobrindo da doença até o momento de entendimento que a vida precisa seguir seu percurso.

Já “Ano 5” faz uma mostra pelas passagens coreográficas dos principais projetos da companhia em dança, com estudos em dança-teatro, improvisação e repetição do movimento, o espetáculo se divide em quatro atos curtos, com trechos de livre ser, foi especial pra você?, eczema e a estreia de cardigã.

Os projetos foram contemplados pelo edital Conexões Culturais, da Manauscult – Lei Aldir Blanc, e tem apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.

Companhia Storge – A companhia iniciou suas atividades em 2015 nas dependências do anexo da Universidade do Estado do Amazonas – UEA | Escola Superior de Artes e Turismo – ESAT, como experimento de pesquisa para projetos do Curso de Dança e se transformou em algo além dos limites acadêmicos, conquistando espaço na cena local, com premiações, mostras e circulações chegando assim ao seu ANO 5.

Com pesquisa em dança-teatro, improvisação e repetição do movimento, acreditando nas intermediações que o corpo pode nos oferecer enquanto produto artístico, em obediência aos plenos estudos, práticas e pesquisas corporais. A companhia se projeta conforme as pessoas que circulam no nosso meio, hora momentos com bailarinos já profissionais ou com estudos técnicos avançados e, em outros momentos, recebendo artistas no início das suas pesquisas em dança, assim, abrangendo um olhar acolhedor para aqueles que querem contribuir no fazer artístico. Cada integrante realiza trabalhos artísticos, sob o âmbito local e nacional, todos relacionados a dança, teatro e performance.

Você pode gostar