EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Em Manaus, 3º Fórum Estadual dos Secretários de Cultura discute sobre políticas públicas e profissionalização do setor

Próximo encontro de gestores é da esfera nacional e acontece nesta quinta-feira (19/5), no Salão Solimões

Nesta quarta-feira (18/5), o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, deu mais um passo no avanço de iniciativas para o fomento da cultura no interior do Estado, com a realização do 3º Fórum Estadual dos Secretários e Coordenadores de Cultura do Amazonas. O evento reuniu representantes de 17 municípios, no Salão Solimões, anexo do Centro Cultural Palácio Rio Negro, no Centro, para alinhar frentes de trabalho e procedimentos de valorização do setor, dentro da realidade amazônica de cada cidade.

O secretário Marcos Apolo Muniz afirma que o encontro aborda as políticas públicas de cultura, valorizando não somente os eventos locais, que fazem parte do calendário e movimentam a cadeia produtiva nos municípios, como também a profissionalização do setor.

“Estamos falando do processo de formação técnica profissional, artística dentro do município, dialogamos para levar o Liceu Digital para cada cidade”, comenta o titular da pasta de Cultura e Economia Criativa. “A pauta conta ainda com o sistema municipal de cultura, captação de recursos e uma série de iniciativas que podem ser inseridas na cidade”.

Segundo Marcos Apolo, a determinação do governador Wilson Lima é que se promova a interação entre os municípios, facilitando o acesso à informação. Ele explica que a proposta do Fórum está inserida neste processo, ao promover entre os gestores, uma oficina de prestação de contas para os municípios que receberam recursos da Lei Aldir Blanc.

“É uma contribuição do Governo do Amazonas para que possam prestar contas dos recursos que foram aplicados na cultura e continuem aptos a receber outros incentivos de origem federal”, afirma o secretário.

Parcerias – Do município de Humaitá, o secretário estadual de cultura, Ronald Nogueira, destaca o apoio do Governo do Amazonas no processo de criação do sistema municipal de cultura com a lei de incentivo.

“Humaitá vem despontando um grande crescimento com a chegada de empresas e fazendas de grãos e estamos vendo isso como uma oportunidade de conseguir novos investidores para desenvolver projetos culturais no município”, acrescenta Nogueira.

A primeira mulher a assumir a pasta de cultura e turismo de Nhamundá, Kethleen Guerreiro, elenca os projetos em parceria com o Estado e o crescimento do setor no município. “Tivemos o espetáculo do Natal Caboclo, a oficina de bio-instrumentos musicais e, pela primeira vez, os nossos artistas foram contemplados com auxílio cultural do Estado”, conta a gestora. “Além disso, o município foi contemplado com editais públicos como o Afluente das Artes e o Amazonas Criativo”.

Para Kethleen Guerreiro, o Fórum tem uma importância no sentido de levar, para o município, a implementação de mais projetos, conhecimentos para captar recursos e práticas vivenciadas por outros gestores.

A secretária de cultura de Parintins, Karla Viana, levanta a bandeira de luta pela classe artística e cultural.

“Precisamos ter força e voz para fortalecer a cultura e o Fórum é de suma importância. Ficamos dois anos sem o Festival Folclórico de Parintins, o que acarretou prejuízos enormes ao município e não podemos deixar de assistir a classe”, finaliza a secretária.

Participaram também do encontro representantes de Rio Preto da Eva, Silves, Codajás, Coari, Santo Antônio do Iça, Maraã, Japurá, Benjamin Constant, Itacoatiara, Itapiranga, Urucurituba, Manacapuru, Canutama e Careiro da Várzea.

Nacional – Nesta quinta-feira (19/5) acontece o Encontro do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura, também no Salão Solimões, a partir das 8h.

Você pode gostar