EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Escola estadual no Coroado recebe concerto da Amazonas Filarmônica, nesta sexta-feira (18/11)

Concerto, que faz parte da programação dos 25 anos da orquestra, será apresentado para alunos na quadra da escola estadual

Já imaginou chegar para educação física e encontrar a Amazonas Filarmônica na quadra poliesportiva? A música erudita ultrapassa barreiras, sai do local comum e ganha vida nas comunidades. Em comemoração aos 25 anos da Amazonas Filarmônica, os alunos da Escola Estadual Josué Cláudio de Souza – GM3, no bairro Coroado, zona leste de Manaus, recebem na sexta-feira (18/11), às 15h, o concerto da orquestra que integra os Corpos Artísticos do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

Para o secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, a integração dos músicos com os alunos vai ao encontro da proposta do órgão, em tornar as manifestações culturais e as artes acessíveis a todos. “Nesses 25 anos de atuação, a Amazonas Filarmônica se tornou uma referência nacional no cenário lírico e um motivo de orgulho para os amazonenses. O talento dos nossos músicos será levado aos alunos do GM3”, disse o secretário.

“Queremos formar plateia de música erudita, mas queremos também contar a história dos compositores, das obras, proporcionar o contato dos alunos com os instrumentos, no sentido de estreitar a distância entre o gênero musical e a comunidade”, complementou Apolo.

O concerto terá como palco a quadra da escola do Coroado. A regência é do maestro assistente da Amazonas Filarmônica, Otávio Simões. Para ele, a logística de transportar uma orquestra para um local incomum é apenas um detalhe, diante do propósito recompensador. A ação conta com o apoio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto.

“Muitos manauenses nunca entraram no teatro ou assistiram a uma orquestra. Esse primeiro contato pode fazer a diferença na vida de alguém. Assim como nós, músicos, um dia, provavelmente, alguém se deparou com uma orquestra e se encantou”, disse.

Repertório
Obras diversificadas, nacionais e estrangeiras, praticadas pela Amazonas Filarmônica, serão levadas ao concerto, entre as quais trechos de abertura das óperas “Carmen”, de Georges Bizet, e “Il Guarany”, de Antônio Carlos Gomes; “Dança Húngara n. 5 em sol menor”, de Johannes Brahms; “Aquarela do Brasil”, de Ary Barroso; entre outras obras e compositores.

Para incentivar a iniciação musical e a difusão da música erudita, o maestro conta que uma breve explicação será levada aos alunos, antes de cada apresentação. “Vou falar um pouco para que o público possa se aproximar do que estão vendo e ouvindo. Vou ajudá-los a entender. É algo que faço sempre nos meus concertos e sempre tenho um feedback muito positivo. Isso é formação de cidadão”, finaliza Otávio.

O concerto tem duração de 70 minutos, e a atividade é direcionada somente aos alunos da instituição.

FOTOS: Michael Dantas/Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e Eduardo Cavalcante/Secretaria de Estado de Educação e Desporto

Você pode gostar