EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Espaços culturais voltam a funcionar sem necessidade de agendamento

A partir desta terça-feira (15/03), os espaços culturais administrados pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, voltam a funcionar com atendimento espontâneo, sem a necessidade de agendamento para visitação e espetáculos. 

A medida acontece após o Comitê Intersetorial de Enfrentamento da Covid-19 do Governo do Estado definir que eventos estão liberados sem restrição de horário e de ocupação, levando em conta os dados epidemiológicos, que registram queda em internações e de número de infectados e óbitos pela doença no estado.

Para visitar, assistir aos espetáculos ou participar de uma atividade no Teatro Amazonas, nos centros culturais Palácio Rio Negro, Palácio da Justiça e dos Povos da Amazônia, assim como Palacete Provincial, basta chegar ao local com antecedência.  A Casa das Artes e o Museu do Seringal já funcionavam sem agendamento, porém com controle de público na entrada. A apresentação da carteira de vacinação contra Covid-19 e o uso de máscara são obrigatórios para entrar nos espaços. 

“O Governo do Amazonas está sempre analisando o cenário da Covid no estado e estamos num momento que, felizmente, é possível flexibilizar para a realização de atividades culturais com a capacidade total de público”, afirma o secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz.

Mobilização na cultura – O titular da pasta destaca ainda que foram feitas ações específicas para mobilizar a cadeia produtiva da cultura e da economia criativa em relação à vacinação.

“O Governo, em parceria com a Prefeitura, realizou o ‘Pra sambar tem que vacinar’, em fevereiro, na qual foram aplicadas 5.542 vacinas nas quadras de escolas de samba de Manaus; e no sábado (12/03), mobilizamos os trabalhadores do setor do entretenimento, com o ‘Show da Vacinação’, no qual conseguimos vacinar 3.336 pessoas em sete horas de ação em casas noturnas da capital”, comenta.

Confira os horários de visitação dos espaços culturais. Para ficar por dentro da programação de espetáculos e atividades, é só acessar a agenda do Portal da Cultura (cultura.am.gov.br) ou as redes sociais da secretaria (@culturadoam). 

Teatro Amazonas

Largo de São Sebastião, Centro

Terça-feira a sábado, das 9h às 17h

A entrada para visitação é gratuita para amazonenses, crianças até 10 anos e pessoas com deficiência (PCDs), todos mediante comprovação.

O valor do ingresso é R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Têm direito à meia entrada: estudantes (carteirinha com validade), professores, idosos a partir de 60 anos, doadores de sangue, militares e acompanhante de pessoa com deficiência (PCDs), todos mediante comprovação.

Centro Cultural Palácio Rio Negro

Avenida Sete de Setembro, 1.546, Centro

Terça-feira a sábado, das 9h às 17h

Entrada Gratuita

Centro Cultural Palácio da Justiça

Avenida Eduardo Ribeiro, 901, Centro

Terça-feira a sábado, das 9h às 17h

Entrada Gratuita

Palacete Provincial

Praça Heliodoro Balbi, Centro

Terça-feira a sábado, das 9h às 17h

Entrada Gratuita

Centro Cultural dos Povos da Amazônia

Avenida Silves, 1.222, Distrito Industrial

Terça-feira a sábado, das 9h às 15h

Entrada Gratuita

Casa das Artes

Largo de São Sebastião, Centro

Terça-feira a domingo, das 16h às 20h

Entrada Gratuita

Museu Do Seringal Vila Paraíso

Afluente do Tarumã-Mirim, na margem esquerda do Rio Negro

Terça-feira a sábado, das 9h às 15h

Taxa de manutenção: R$ 10 (por pessoa)

Acesso: Somente por via fluvial (barco, de 25 a 30 minutos) pela Marina do David, no final da Estrada da Ponta Negra. A travessia é feita pela ACAMDAF (092) 3658-6159, que cobra R$ 18 por cada trecho (R$ 18 ida + R$ 18 volta)

Você pode gostar