EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Ex-alunos do Liceu Claudio Santoro exaltam investimentos na formação de novos artistas no Amazonas

Para os jovens amazonenses que aspiram carreira no campo das artes e da cultura, o Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro é um espaço que abre portas. Quem afirma são ex-alunos que, hoje, assumem papel fundamental na unidade vinculada à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, formando e capacitando futuros artistas.

Atual coordenadora do núcleo de Artes Visuais do Liceu Claudio Santoro, Juliana Mascarin, de 34 anos, ingressou na unidade como aluna, em 2009. “Como todas as crianças, a arte sempre fez parte da minha vida. Eu apenas não deixei que ela fosse embora, então, foi muito natural. Foi um processo de desenvolver um hobby que foi apurando e, a partir da minha prática no Claudio Santoro, eu pude entrar em projetos sociais para atuar como instrutora”, afirmou Juliana.

Ela só guarda boas lembranças dos tempos como estudante, e conta que o Liceu foi o grande responsável para que, anos depois, ela pudesse seguir carreira no campo das artes.

“Foi uma experiência maravilhosa para mim, porque, a partir do momento que eu tive contato com o Claudio Santoro, foi quando tive contato com professores artistas. Eu pude apurar técnica, criatividade e, a partir disso, seguir toda a minha carreira profissional”, concluiu Juliana.

O professor de Teatro, Diogo Ramon, 23, traçou um caminho semelhante ao de Juliana. Após passagem pela unidade, graduou-se em Teatro pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e fez mestrado na Universidade Federal de Goiás (UFG).

“O Liceu é uma instituição muito importante para a gente, porque é a instituição que mais inicia pessoas na arte, nas linguagens artísticas, e eu sou uma prova disso. Comecei meu trabalho de iniciação com o Teatro no Liceu, como estudante, e depois disso fui tendo a oportunidade de fazer a graduação, de fazer um mestrado, de continuar na área e de trabalhar artisticamente como ator e como professor”, destacou Diogo.

Início de um sonho – Aluno do Liceu Claudio Santoro desde 2018, o jovem Wesley Gabriel, 21, conheceu a unidade por meio das mídias sociais. “Quando passei a ingressar, descobri que ele [o Liceu] abre portas. Hoje, graças ao Liceu, eu tenho um trabalho na área artística, trabalho em uma produtora. Sou muito grato a todos os cursos que o Liceu propõe à sociedade”, ressaltou.

Oportunidade – Na sexta-feira (04/03), o governador Wilson Lima anunciou 6,5 mil novas vagas para o Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, nas áreas da Dança, Artes Visuais, Audiovisual, Artes Cênicas e Música, em Manaus e nos municípios de Parintins e Envira. Além disso, foram disponibilizadas 2,7 mil vagas para o Liceu Digital. As inscrições iniciam nesta segunda-feira (07/03).

Você pode gostar