EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Festival Cultural da Educação encerra atividades com a participação de 4 mil profissionais da educação

Mais de 4 mil profissionais da rede pública estadual participaram do I Festival Cultural da Educação, iniciativa que foi pensada para valorizar os professores da rede estadual e o cenário cultural do Amazonas. O festival contou com a parceria entre as secretarias estaduais de Educação e Desporto, a de Cultura e Economia Criativa (SEC) e a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur).

Com o projeto, docentes e não-docentes puderam acompanhar espetáculos teatrais e de música, visitação a museus e passeios turísticos, dentre outras atividades culturais.

De acordo com a secretária de Estado de Educação e Desporto, Kuka Chaves, os profissionais da educação se reinventam durante a pandemia e por isso. “O Festival foi um sucesso e uma iniciativa que chegou para ficar no calendário da Secretaria de Educação. Vamos fortalecer parcerias e trazer ainda mais novidades ao nosso público”, explicou.

Durante 30 dias, o público teve acesso gratuito para visitação ao Palacete Provincial – que abriga os museus de Arqueologia, da Imagem e do Som, de Numismática, Tiradentes e a Pinacoteca do Estado -, ao Teatro Amazonas, Museu do Seringal e o Palácio Rio Negro.

O ônibus de turismo, da Amazonastur,  “Amazon Bus” também foi outra atração bastante procurada pelos docentes. Todos os ingressos disponibilizados foram utilizados. 

No Teatro Amazonas, os professores e acompanhantes puderam assistir a Amazonas Filarmônica, com os espetáculos “Sucessos Orquestrais” ou “Música de Câmara: Mozart e Weber”; além da apresentação da Amazonas Band, com o “Espetáculo Karaxué”. 

Ainda no Teatro Amazonas, os professores puderam acompanhar a Orquestra de Câmara do Amazonas, que se apresentou com o show “Sonatas de Rossini e Carlos Gomes”; e o Corpo de Dança do Amazonas, que exibiu o espetáculo “Mata, de Clébio Oliveira”. 

Visitação guiada –  Além dos espetáculos, os profissionais puderam participar de visita guiada ao Teatro Amazonas, que permitiu ao público conhecer as curiosidades acerca de um período histórico da economia brasileira, além dos costumes vivenciados pelos barões da época.  

Para a professora Francilena Cunha, da Escola Estadual Ayrton Senna, foi um momento especial. “Eu adorei percorrer cada espaço aqui do Teatro. Já havia participado outras vezes da visita, mas a sensação é que sempre é a primeira”, explicou Francilena. 

A bordo do “Amazon Bus”, os servidores passaram pelos principais pontos turísticos da capital: o Centro Histórico, Shopping do Artesanato e Economia Solidária, Arena da Amazônia, Ponta Negra e Ponte Rio Negro. 

O professor de Matemática Rui Cesario conta que ficou muito feliz por participar do tour: “Vi todos os pontos turísticos que fazem parte da nossa cultura com meu filho que me deixou muito feliz”, frisou o docente.

Você pode gostar