EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Festival de Cirandas de Manacapuru volta ao formato presencial no Parque do Ingá

Cirandas Guerreiros Mura, Tradicional e Flor Matizada se apresentam no último fim de semana de agosto

Fotos: Michael Dantas/Secretaria de Cultura e Economia Criativa

O tradicional Festival de Cirandas de Manacapuru está de volta nos dias 26, 27 e 28 de agosto. Neste ano, o evento realizado pelo Governo do Estado chega a sua 24ª edição, com apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. O palco das apresentações, a Arena Parque do Ingá, receberá o público para prestigiar as Cirandas Guerreiros Mura, Tradicional e Flor Matizada. O evento tem entrada gratuita.

O festival traz na programação, além das apresentações oficiais na arena, shows musicais de atrações regionais e locais, no palco alternativo, montado na Praça de Alimentação, Centro de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus). A expectativa de público é de 40 mil pessoas, nas três noites de festa. A programação no Parque do Ingá inicia às 21h30 e segue até a meia-noite.

O secretário de Cultura e Economia Criativa em exercício, Candido Jeremias, ressalta que, depois de dois anos, o festival retorna ao formato presencial, devido à pandemia.

“Neste ano, o Governo do Estado passa a operacionalizar toda a estrutura do Festival de Cirandas de Manacapuru em parceria da prefeitura do município. E outro fator muito importante é a rodovia AM-010, que está totalmente asfaltada, o que vai contribuir para a população de Manaus e comunidades no entorno participarem da festa”, afirma o secretário em exercício.

Jeremias ressalta ainda que “a procura está muito grande, o que reflete na economia da cidade, principalmente, os hotéis e área turística”. “De uma forma geral será muito bom para a cidade e para o nosso estado”, aponta.

Em 2020, o festival foi suspenso. Já em 2021 foi promovida uma live com as três cirandas. Nesta 24ª edição, o evento segue em formato original com a transmissão e apuração pela TV A Crítica.

Órgãos estaduais e municipais da Prefeitura de Manacapuru estão envolvidos na organização do Festival.

Cirandas e shows

Cada noite é dedicada a uma ciranda, que tem até 2h30 para apresentar o espetáculo na Arena Parque do Ingá. A programação inicia às 21h30 e segue até a meia-noite.

Quem abre o festival, no dia 26 de agosto, é a Ciranda Guerreiros Mura, com o espetáculo “Fé, Ciência e Arte: A Tríade do Vital Equilíbrio”. Na segunda noite, 27 de agosto, é a vez da Ciranda Tradicional, campeã do último festival, que aconteceu em 2019. Com o tema, “O Dourado”, a agremiação sai em busca do bicampeonato. Encerrando o evento, no dia 28 de agosto, a Ciranda Flor Matizada defende o tema “Bendito Ser”.

Ao final das apresentações das cirandas, o palco alternativo, montado na Praça de Alimentação da cidade, recebe shows regionais e locais, a partir da meia-noite e se estendem até as 3h. As atrações, Uendel Pinheiro, Rabo de Vaca e Guto Lima, estão confirmadas nos dias 26, 27 e 28 de agosto, respectivamente.

Estrutura

A Arena Parque do Ingá tem capacidade de público de 15 mil pessoas. Para receber o festival, o complexo passou por obras de recuperação no piso, salas de apoio, sistema de iluminação, banheiros e demais espaços.

O Governo do Estado também fez a entrega de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) às cirandas. Cada kit contava com capacetes, botas, protetores auriculares, luvas e aventais, sendo 50 unidades de cada, totalizando 1.200 itens distribuídos às agremiações.

Você pode gostar