EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Governador Wilson Lima anuncia a realização do 55º Festival Folclórico de Parintins nos dias 24, 25 e 26 de junho

Caprichoso e Garantido voltam a se apresentar no Bumbódromo com público, após dois anos, reaquecendo a economia do município

O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou a realização do 55º Festival Folclórico de Parintins nos dias 24, 25 e 26 de junho deste ano, mantendo a tradição do último fim de semana do mês. O anúncio aconteceu nesta sexta-feira (11/03), no palco do Teatro Amazonas, em uma cerimônia com os bois-bumbás Caprichoso e Garantido para oficialização do patrocínio da Coca-Cola Brasil para as agremiações em 2022.

O governador anunciou, ainda, que o repasse do Estado para os bois-bumbás será o dobro em relação a 2019, considerando os impactos que as agremiações tiveram com a não realização do festival nos últimos dois anos e a importância do evento na geração de emprego e renda e para o reaquecimento da atividade econômica em Parintins, duramente afetada pela pandemia da Covid-19. Serão repassados R$ 10 milhões, sendo R$ 5 milhões para cada boi-bumbá.

“O Governo do Amazonas tem trabalhado muito para combater a fome e eu não vou medir esforços para fazer as coisas acontecerem. E eu vou fazer tudo o que for possível, dentro dos limites legais e orçamentários, para investir na cultura e em todos os segmentos importantes que geram emprego e renda”, ressaltou Wilson Lima.

O secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, afirma que o apoio ao festival é uma forma de reerguer a economia do município após dois anos sem a realização do evento.

“O festival vai além da festa, ele é fundamental para o desenvolvimento econômico não só do município de Parintins mas também do estado, uma vez que ele movimenta uma parcela da economia com a vinda de turistas, com a geração de trabalho e renda, com a melhoria estrutural da cidade”, ressaltou Marcos Apolo.

Segundo o diretor de relações governamentais da Coca-Cola Brasil, Victor Bicca, a empresa reafirma seu compromisso com a cultura amazonense. Ele explica que o apoio ao Festival Folclórico de Parintins já ultrapassa duas décadas e, nos dois últimos anos, mesmo sem a realização da festa, os artistas e trabalhadores da cultura tiveram o suporte e o apoio da Coca-Cola e do Governo para reduzir os impactos negativos da pandemia. Neste ano, o patrocínio da empresa para o festival será de R$ 2,5 milhões, sendo R$ 1,250 milhão para cada agremiação.

“A gente está muito alegre de retomar, levar esperança, alegria para Parintins e tenho certeza que vamos fazer o maior festival de Parintins de todos os tempos. Isso que a Coca-Cola vai estar apoiando e estar fazendo”, disse Victor Bica.

“Uma esperança de economia para Parintins, alegria do povo, principalmente do povo vermelho da Amazônia, que vai poder se apresentar no bumbódromo e, se Deus quiser, alegrar a vida da nossa nação”, ressaltou o presidente do boi-bumbá Garantido, Antônio Andrade.

“Lutamos tanto pela Zona Franca de Manaus e o Festival de Parintins é a zona franca de Parintins. É um espetáculo maravilhoso que a gente apresenta todos os anos e que isso gera muitos empregos”, destacou o presidente do boi-bumbá Caprichoso, Jander Lobato.

Aplicativo – Na ocasião, também foi anunciado o lançamento de um aplicativo com informações úteis sobre Parintins e o festival, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, em parceria com a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur).

Com geolocalização, o aplicativo vai permitir aos usuários ter informações, na palma da mão, sobre hotéis, restaurantes, equipamentos culturais e turísticos, serviços de saúde (farmácias, hospitais), além de informações sobre a cidade e o festival.

Calendário – O Governo também anunciou um calendário de atividades que antecedem o Festival.

No dia 24 de março será o lançamento do Festival na Arena do Bumbódromo, em Parintins; nos dias 25 e 26 de março, está programada a realização do Carnaboi, em Manaus, abrindo a temporada que continua com os ensaios dos bumbás, a partir do dia 2 de abril.

Coca-Cola Brasil e o Amazonas – A Coca-Cola Brasil atua há mais de 30 anos no Amazonas com a Recofarma, fábrica de concentrados em Manaus, a maior exportadora do polo de concentrados, e com a fabricante local, a Solar.

A Coca-Cola Brasil trabalha com o desenvolvimento econômico e socioambiental, além de atuar na valorização do Amazonas e no incentivo à cultura com o apoio ao Festival Folclórico de Parintins. A contribuição da companhia ao estado envolve geração de empregos, investimento em capacidade de produção, projetos de compra de matérias-primas locais, capacitação da agricultura familiar e proteção de bacias hidrográficas.

A empresa é mantenedora, desde 2009, da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), por meio do Programa Bolsa Floresta, que beneficia 40 mil pessoas e foi responsável pela redução em 43% do desmatamento das áreas mapeadas, além de outros projetos socioambientais.

Com isso, nos últimos anos, a Coca-Cola Brasil fortaleceu as cooperativas e associações no interior do Amazonas, contribuindo para melhorar a logística, a segurança do trabalho e incentivando boas práticas de manejo sustentável com o projeto Olhos da Floresta. O resultado é que 100% do guaraná comprado pela companhia é proveniente do Amazonas.

Você pode gostar