EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Governo do Amazonas e campanha ‘Alimente nossa Arte’ entregam cestas básicas para artistas em vulnerabilidade

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, realizou a entrega de cestas básicas para artistas em situação de vulnerabilidade, na tarde desta sexta-feira (29/05), em diferentes zonas de Manaus. As doações foram recebidas por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e, na ocasião, também foram entregues doações arrecadadas pela campanha “Alimente nossa Arte”, iniciativa de um grupo de artistas amazonenses.  

No total, foram entregues mais de 380 cestas básicas, realizadas no Centro Cultural dos Povos da Amazônia; Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola; Salão Solimões, anexo ao Centro Cultural Palácio Rio Negro; e também em residências nos bairros Parque Dez, Dom Pedro e Compensa.

Os artistas beneficiados estavam cadastrados no mapeamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e na campanha “Alimente nossa Arte”.

“Continuamos a receber doações no Teatro Amazonas para a campanha ‘Amazonas Solidário’ a fim de ajudar as pessoas que mais precisam neste momento crítico. É um espaço central e simbólico na cidade que facilita a entrega de doações e acaba sendo usado como referência em muitas das lives solidárias que os artistas realizam”, explicou o secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz. “Também continuamos a oferecer nossos canais de atendimento para ajudar os artistas em diversas frentes, seja em dúvidas sobre nossas ações, acompanhamento psicológico ou cadastro em nosso mapeamento”.

‘Alimente nossa Arte’ – Um dos idealizadores da campanha, Paulo Marinho, destaca a importância das doações nesse momento.

“Estamos trabalhando com o intuito de atender toda a classe artística. Na nossa lista tem músico, dançarino, artista plástico, técnicos de som, de iluminação, de telão, auxiliar. Todos estão parados e precisando dessa ajuda, toda ajuda é necessária”, comentou o músico.

Com o objetivo de angariar cestas básicas para artistas em situação de vulnerabilidade, um grupo de artistas – entre eles, Ana Cláudia Motta, Lucilene Castro, Márcia Siqueira, Paulo Marinho, Rosa Malagueta e Zezinho Corrêa – criou a campanha “Alimente nossa Arte”. O ponto de entrega das doações para a campanha é o Teatro Amazonas, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, em um sistema de drive-thru, ou seja, não precisa sair do carro, basta somente informar que a doação é para os artistas amazonenses.

Outra forma de contribuir com a campanha dos artistas é por meio da vakinha virtual no link http://vaka.me/1051517?utm_campaign=whatsapp&utm_medium=website&utm_content=1051517&utm_source=social-shares ou pelo site www.alimentenossaarte.com.br.

Amazonas Solidário – O Governo do Amazonas continua com a campanha “Amazonas Solidário”, que reúne as secretarias de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e Assistência Social (Seas), o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), Cultura e Economia Criativa e Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur).

Estão sendo arrecadados produtos de limpeza e higiene, colchões, roupas e alimentos. Os pontos de coleta são Teatro Amazonas, na avenida Eduardo Ribeiro, Centro; sede da Seas, localizada na avenida Darcy Vargas, 77, Chapada; e no Núcleo da Pessoa com Deficiência da Sejusc, na rua Salvador, 456, Adrianópolis.

As entregas podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, no sistema de drive-thru (entrega das doações sem que seja preciso sair do carro) para minimizar o contato com os doadores.

Mapeamento – Para identificar o perfil e a situação dos artistas, produtores culturais, técnicos e demais profissionais criativos do estado diante das medidas de combate ao novo coronavírus (Covid-19), um mapeamento foi realizado para traçar o cenário atual da cadeia produtiva e nortear as ações emergenciais no período de isolamento social.

Com base nesse levantamento, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa já doou 298 cestas básicas e peixes, acompanhados de frutas, legumes e verduras. Além de doações individuais, as empresas Braga Veículos, Dantas Transportes, Bemol e a Escola de Samba Mocidade Independente de Aparecida também contribuíram com a distribuição de cestas.

Canal de Atendimento – A classe artística também tem disponíveis serviços como informações sobre medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus; esclarecimentos e dúvidas; cadastro no mapeamento dos artistas e encaminhamentos para profissionais como assistentes sociais, psicólogos e programas sociais.

A linha direta com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa funciona diariamente, das 8h às 20h, por meio dos telefones (92) 3232-5555 e 99177-6442 (WhatsApp), e do e-mail atendimento@cultura.am.gov.br.

Você pode gostar