EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Governo do Amazonas entrega instrumentos musicais na comunidade Tumbira

Mais de 70 instrumentos foram entregues aos moradores da localidade

Moradores da Comunidade do Tumbira (distante 64 quilômetros de Manaus) agora podem ter aulas de música e desenvolver talentos artísticos. O Governo do Estado realizou, nesta quarta-feira (23/11), a entrega de 20 violões, 50 flautas, cinco instrumentos de percussão e um teclado para a comunidade. A ação foi promovida pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, por meio do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro.

A comunidade que trabalha o turismo sustentável de base comunitária, onde empreendedores locais disponibilizam pousadas para receber visitantes, apresenta a cultura amazônica por meio do artesanato e da gastronomia do norte do país. Localizada a uma hora e meia, com trajeto feito de barco partindo de Manaus, a Comunidade do Tumbira, que fica na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Negro, conta com aproximadamente 140 moradores que investem em desenvolvimento sustentável, crescimento econômico, educacional, cultural e turístico.

De acordo com o secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, a entrega dos instrumentos foi feita com o objetivo de atender as necessidades da comunidade. Apolo destaca que a música tem poder transformador e contribuir com os avanços no Tumbira é motivo de orgulho.

“Uma das prioridades da gestão do governador Wilson Lima é democratizar o acesso às mais diversas manifestações culturais e levar qualificação na área da cultura para todos os cantos do Amazonas. Por isso, a entrega realizada pelo Liceu é muito significativa para os moradores de Tumbira e também para nós, que podemos possibilitar que mais jovens e adultos sejam transformados pela música”, destaca o secretário.

De acordo com o diretor do Liceu, maestro Davi Nunes, a Orquestra de Violões (Ovam) esteve na comunidade no ano de 2019, para uma apresentação. Na ocasião, os moradores manifestaram interesse em aprender o ofício artístico. O Liceu Digital, que será usado no acompanhamento das aulas, oferece oficinas e cursos on-line em diversos segmentos artísticos nas plataformas digitais, abertos à comunidade, ampliando o alcance das atividades realizadas pelo Liceu.

“Em 2019, viemos com a Ovam (orquestra) e foi uma apresentação muito bonita. A partir daí, pelo interesse dos moradores, alinhamos a entrega dos instrumentos musicais e vamos seguir acompanhando com aulas transmitidas pelo Liceu Digital”, concluiu o maestro.

FOTOS: Grego Kellaris/Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa

Você pode gostar