EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Governo do Estado avança na revitalização do Parque Rio Negro

O Governo do Estado, por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), avançou com os serviços de reformas que estão sendo executados no Parque Rio Negro, considerado um cartão-postal da cidade, localizado no bairro São Raimundo, zona oeste de Manaus.

Com cerca de 20 operários atuando na requalificação das pistas de caminhada, reparo dos bancos e instalação dos equipamentos de ginástica e academia ao ar-livre, as requalificações alcançaram cerca de 94% de progresso.

Dotado de 36.590m² de espaços de convívio social, prática esportiva e de lazer, o parque Rio Negro foi entregue em 2015, e contemplado pela terceira fase do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim). O local recebe frequentadores de bairros das zonas sul e oeste para se utilizar da sua infraestrutura.

Reformas e revitalizações – A atual gestão do Governo do Estado vem atuando na revitalização e reforma de parques, praças e residenciais construídos pelo Prosamim na capital. O intuito das reformas é garantir a perfeita funcionalidade dos espaços para o uso da população e visa também repassar os espaços para que o Município realize a manutenção adequada.

A UGPE vem atuando em fortalecimentos institucionais e acordos de cooperação técnica com o Município, para que, mediante alinhamentos prévios e repasse dos espaços, possam ser garantidas ações de limpeza, monitoramento e segurança desses locais.

O coordenador executivo da UGPE, o engenheiro civil Marcellus Campêlo, afirma que a revitalização executada pelo Governo do Estado no Parque Rio Negro vai devolver à população das zonas sul e oeste o parque totalmente revitalizado e pronto para ser usufruído pelo público.

“O parque Rio Negro havia sido entregue em 2015, e de lá para cá nunca havia passado por uma reforma completa como a que foi determinada pelo governador Wilson Lima. O Prosamin+ (Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior) vai buscar criar parcerias para que a manutenção desses espaços tão valiosos para o Estado e para a população sejam mantidos nas suas condições ideais”, afirmou Campêlo.

Você pode gostar