EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Michel Guerrero ministra oficina teatral para novos talentos em Manaus

Michel Guerreiro em ‘Ambrozhya e o Phantasma da Arte’

De 25 a 29 de abril, o ator e diretor Michel Guerrero vai ministrar a oficina “Teatro e Comunidade – Novos Talentos para a Cena” no Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro – Unidade Sambódromo, para pessoas a partir de 12 anos. A iniciativa é da Associação Cultural Apareceu a Margarida (Acam) e conta com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. As inscrições são gratuitas e vão acontecer nos dias 18 e 19 de abril por meio de link que será disponibilizado no Instagram da Secretaria (@culturadoam) e do Liceu (@liceudoam). 

O conteúdo conta com jogos dramáticos a partir dos estudos de Viola Spolin, Olga Reverbel e Monah Delacy; método Stanislavski de interpretação, com práticas que ajudam o ator a extrair o máximo de realismo na interpretação do personagem;  improvisação com o Teatro-Imagem e Teatro-Jornal, de Augusto Boal, fundador do Teatro do Oprimido.

A oficina vai destacar também os aspectos da Commedia dell’arte, com foco no canovaccio, espécie de roteiro de uma peça feita na Idade Média; e com leitura dramatizada de uma obra do escritor amazonense Márcio Souza, para estimular nos alunos a prática do estudo do teatro amazônico.

“Serão cinco dias de experimentações teatrais para aqueles que já fazem arte, e, também para jovens e famílias que desejam encontrar no teatro, um espaço próprio para suas manifestações e inquietações”, explica Michel Guerrero. A metodologia a ser aplicada consiste em módulo mais prático, com experimentações, improvisações, estudos e criações de textos em sala de aula. 

O diretor – Michel Guerrero é ator de teatro há 31 anos. Nas mais de 50 peças em que participou, esteve ao lado de companhias do Amazonas, como Metamorfose, Origem, Grito, até criar a Cia. de Teatro Apareceu a Margarida, em 1998, com mais de 20 espetáculos. Dentre os sucessos estão ‘A herança maldita de Mercedita de La Cruz’ (2006) e ‘Flicts – O musical’ (2010). Como ator recebeu dois importantes prêmios de atuação. Em 1996, pelo papel de Malévola em ‘A bela adormecida’, na XIII Zonarte, do Sesc e, em 2011, no Festival de Teatro da Amazônia, fazendo o papel-título em ‘Dorothy Garlandy’. Desde 2004, Michel interpreta a personagem cômica Lady Parker, animando palcos e eventos em todo o Amazonas.

Seu mais recente trabalho, de 2019, é a peça ‘Ambrozhya e o Phantasma da Arte’, de Sérgio Cardoso e direção de Douglas Rodrigues. Atualmente, ensaia a peça ‘A maravilhosa história do Sapo Tarô Bequê’, de Márcio Souza, com direção de Douglas Rodrigues, pela Associação Cultural Arte e Fato (AACA), com estreia prevista para o primeiro semestre do ano.

Você pode gostar