EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Oficinas do Circuito +Cultura fomentam capacitação profissional no Amazonas

Projeto, que entra na fase final nesta semana, oferece oficinas gratuitas

Fotos: Divulgação

Mais de 30 profissionais especializados realizaram 21 oficinas de capacitação ao longo do Circuito +Cultura. O projeto da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, entrou na reta final, e se destacou pela promoção gratuita de apresentações artísticas e oficinas nos últimos três meses. Representantes da classe artística relatam experiências positivas da ação que fomentou a indústria cultural no estado.

Foram realizadas oficinas de incentivo ao empreendedorismo cultural, direcionadas ao segmento teatral, arte circense, dança, fotografia, literatura e à criação de projetos destinados a editais de cultura.

O secretário em exercício de Cultura e Economia Criativa, Candido Jeremias, reforça a importância do projeto, que explora diversas linguagens artísticas.

“A procura pelas oficinas confirma o interesse do público no campo das artes e da cultura”, disse o secretário. “As oficinas têm o propósito de capacitar aqueles que buscam qualificação para atuar na indústria cultural, como protagonistas ou parte de um corpo técnico, direção de espetáculos, produção, execução de projetos contemplados por editais, entre outras possibilidades”, enfatiza.

Na grade de programação, destaque para a oficina “Por Onde Começo? – A Presença do Ator em Cena”, ministrada pela atriz Julia Montezuma, no Centro Cultural Palácio da Justiça.

“O incentivo das oficinas, além de movimentar o cenário cultural, de trazer mais informação, gera uma difusão de conhecimentos para quem está começando ou aqueles que buscam um novo olhar, uma nova linguagem, nova técnica e um novo texto. As oficinas são muito válidas para troca entre quem participa e quem ministra”, disse Julia.

O interesse do público também se voltou às oficinas de “Escrita Criativa para Submeter a Editais Culturais” e de “Criação de Portfólio”. Ministradas pelos produtores culturais Ariel Kuma, Dayo do Nascimento e Dante Abner, as capacitações tiveram como público-alvo as pessoas trans, não binárias, LGB+ e racializadas.

“Os participantes se sentem representados na professora ou na pessoa que está produzindo, enquanto pessoa trans, e vê ali a possibilidade de construir um diálogo, aproximar as vivências desse ensino necessário para que todas as pessoas acessem editais”, explica Ariel Kuma.

Próximas oficinas

Completando três meses de realização, as oficinas de capacitação do Circuito +Cultura seguem com programação até o final deste mês.

Na terça e na quarta-feira (18 e 19/10), o Palacete Provincial, na Praça Heliodoro Balbi (antiga Praça da Polícia), Centro, recebe a oficina de formação e capacitação teatral, “Corpo, Xamanismo e Performance Arte”, das 14h às 17h. A formação é voltada para pessoas a partir de 16 anos.

Também na terça e na quarta-feira, no Palácio Rio Negro, na avenida Sete de Setembro, Centro, as atividades formativas seguem com a oficina de interpretação “A Poesia de Corpo em Cena”. Os participantes devem ter a partir de 15 anos.

O Centro Cultural Palácio da Justiça, na avenida Eduardo Ribeiro, Centro, recebe a oficina “Iluminação Cênica para Iniciantes”, a ser realizada de 25 e 27 de outubro. A idade recomendada para os participantes é de 16 anos.

Todas as oficinas são gratuitas e a participação é por ordem de chegada.

Você pode gostar