EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Palácio da Justiça recebe exposição com acervo fotográfico do rei Leopoldo III

FOTOS: Antonio Lima/Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa

A exposição “Respeitai a natureza, respeitai os povos: Diários de viagem – Fotografias do Rei Leopoldo III, Brasil 1962-1964” foi inaugurada na noite desta sexta-feira (13/05), no Centro Cultural Palácio da Justiça, com a participação da princesa Maria Esmeralda Adelaida Liliana Ana Leopoldina, da Bélgica. A mostra é uma realização da Embaixada da Bélgica em parceria com o Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas.

A exposição conta com parte do acervo de fotografias do rei Leopoldo III em suas quatro últimas viagens, entre elas uma passagem pela Amazônia. O objetivo é mostrar o olhar de um fotógrafo inspirado pela natureza, com interesse pela paisagem e pelo povo brasileiro.

FOTOS: Antonio Lima/Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa

“É uma grande emoção ver as fotos do meu pai, que eu conheço muito bem, expostas aqui. Ele tinha um grande carinho pela Amazônia, muita admiração pelo povo indígena”, afirma a princesa da Bélgica, que veio a Manaus especialmente para abertura da mostra.

Para o secretário Marcos Apolo Muniz, a parceria entre o Governo do Amazonas e Embaixada da Bélgica é muito significativa no momento de retomada das atividades culturais no estado.

“Deixamos nossos espaços à disposição para fazer mais intercâmbios, fortalecendo a relação entre os dois países e certamente a cultura”, destaca o titular da pasta de Cultura e Economia Criativa. “Para nós, é uma honra”.

O embaixador da Bélgica no Brasil, Patrick Herman, destaca que as visitas do rei aconteceram há 60 anos. São 44 fotos nesta exposição, que iniciou em Bruxelas, passou centros culturais em São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Viena e, depois de Manaus, segue para Berlim.

“A exposição de fotografias o rei terceiro da Bélgica no Amazonas, Pará e Mato Grosso é muito importante. Foram três visitas do rei há 60 anos, naturalmente uma descoberta para o rei que conheceu a Ásia, África e descobriu o Brasil. Uma descoberta para o povo belga”, comenta Patrick Herman.

Público – A mostra evidencia a força da natureza em paisagens diversas, apresentando homens, mulheres e crianças e destacando as características de cada um deles. Kawlú Yawalapiti Kamaiura, presidente da Associação Yamurikumã de Mulheres do Xingu, veio do Mato Grosso e identificou a família dela em vários registros da mostra.  

FOTOS: Antonio Lima/Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa

“Essa exposição é muito importante para mim, eu não esperava encontrar a fotografia da minha família e eu estou muito feliz, surpreendida pela foto da família”, enfatiza.

“Respeitai a natureza, respeitai os povos: Diários de viagem – Fotografias do Rei Leopoldo III, Brasil 1962-1964” segue aberta ao público até o dia 25 de junho, de quarta-feira a sábado, das 9h às 17h. A entrada é gratuita.  

FOTOS: Antonio Lima/Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa

Você pode gostar