Home Notícias Concertos, músicas e peças na agenda de outubro do Teatro Amazonas – atualizada
Notícias - 9 de outubro de 2019

Concertos, músicas e peças na agenda de outubro do Teatro Amazonas – atualizada

Foto: Michael Dantas/ SEC

Em outubro, o palco do Teatro Amazonas continua com os concertos da 16ª edição da Série Guaraná, além de show de Boi-Bumbá, musicais, peças, exibição de cinema, entre outros espetáculos.

Confira a agenda completa:

2/10 – 20h

Trilhas sonoras de clássicos da animação e de desenhos infantis ganham arranjos para o violão no concerto “Tempo de Criança”. A Orquestra de Violões do Amazonas (Ovam), com participação de músicos da Orquestra Experimental da Amazonas Filarmônica, protagoniza o evento, que tem classificação livre e entrada mediante a doação de um brinquedo para a campanha “Doe um brinquedo e ganhe sorrisos”. Serão apresentadas obras de “A Pequena Sereia”, “O Rei Leão”, “Aladdin”, “Toy Story”, entre outros. 

3/10 – 20h

Em mais um evento da 16ª edição da Série Guaraná, a  Amazonas Filarmônica e o Coral do Amazonas apresentam o concerto “Beethoven – Missa Solemnis”. O programa apresentará a peça que dá nome ao título do programa, com regência do maestro Luiz Fernando Malheiro. Participam do concerto como solistas Dhijana Nobre, soprano; Luiza Francesconi, mezzo-soprano; Juremir Vieira, tenor e Andrey Mira, baixo. A classificação é para 10 anos e a entrada também é a doação de um brinquedo para a campanha “Doe um brinquedo e ganhe sorrisos”.

4/10 – 20h
O Teatro Amazonas vai ser palco da celebração “21 anos de Toada” do compositor e cantor Helen Veras. A comemoração será marcada pela participação de artistas e grupos que fizeram parte da trajetória do músico, como Israel Paulain, Tony Medeiros, Zezinho Corrêa, Leonardo Castelo, Klinger Araújo, Adriano Aguiar, Arlindo Jr., Canto da Mata, Márcia Siqueira, Vanessa Alfaia, Gaspar Medeiros, Garantido Show e itens oficiais do Boi Garantido. A entrada é uma lata de leite em pó ou um pacote de fraldas descartáveis.

5/10 – 18h e 20h
O núcleo de dança do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro e a Orquestra de Violões do Amazonas apresentam “O guarda-chuva encantado”, uma releitura do espetáculo “Musicais em Fragmentos”, apresentado pelos grupos em 2018. O espetáculo apresenta o nascimento de uma grande amizade em meio ao caos urbano e abandono, ao mesmo tempo em que se entrelaça a trechos de grandes musicais. O espetáculo terá duas sessões, às 18h e 20h, com entrada gratuita em classificação livre. 

6/10 – 11h e 19h
A 16ª edição da Série Guaraná apresenta dois concertos no dia 6 de outubro. Às 11h, a Amazonas Filarmônica e o Coral do Amazonas reapresentam “Beethoven – Missa Solemnis”, com entrada gratuita e classificação para 10 anos. Às 19h, a Orquestra de Câmara do Amazonas e o Grupo Gaponga sobem ao palco para apresentar “Claudio Santoro e Gaponga”, com regência do maestro Marcelo de Jesus, também com classificação para 10 anos. 

7/10 – 20h
A Escola de Samba Reino Unido da Liberdade realiza a gravação de um DVD, no palco do Teatro Amazonas. O evento tem o objetivo de contar ao público como surgiu a agremiação dentro da comunidade do Morro da Liberdade através dos samba-enredos que vão de 1986 até o mais recente, para 2020. A entrada é gratuita. 

8/10 – 20h 
Em mais uma edição, o Cine Teatro Amazonas apresenta “Memória dos Artistas Plásticos Contemporâneos Amazonenses”, com os filmes “Roberto Evangelista. Arte e Trascendência” (41min), “Jacqmont. O Movimento das cores da Amazônia” (01h31min) e “Otoni Mesquita. Narrativas da vida e da Arte” (34min41seg). A entrada é gratuita. 

9/10
17h – A peça “Chão De Pequenos”, da Cia Negra De Teatro, será realizada pela programação do 14º Festival de Teatro da Amazônia (FTA), às 17h. Passando por orfanatos às ruas das grandes cidades, o espetáculo revela a importância da empatia, do diálogo e do afeto nos dias de hoje, numa sociedade marcada pela intolerância e pelo preconceito. A entrada é gratuita e a classificação livre.

20h – Às 20h é a vez da peça “Saudades do Adolpho”, com a atriz Ednelza Sahdo. A dramaturgia criada por Sahdo mergulha na sua própria vivência e memória pessoal para descrever modo de vida e de ser dos principais personagens do mercado, entre as décadas de 50 a 70. O nome da proposta homenageia o próprio mercado, personagem personificado no português comerciante que, entre amizades e vendas, revelam a cidade de Manaus bucólica e romântica.

Entrada gratuita e classificação livre.

10/10 –
10h – Ainda pela programação do 14º Festival de Teatro, será realizada a peça “Algodão Doce”, com a Cia. Arte em Movimento Zona Cultural. A história fala de um tempo não muito distante, em que os animais ainda se comunicavam com os humanos. Num lugar perdido no meio da floresta, existe a cidade dos Molambos, que foi abandonada, esquecida pelo vento desde que seus moradores e autoridades começaram a destruir a floresta dos peixes. Neste conflito, surge Apurinã, que vai lutar para que seu povo não seja dizimado. A classificação é livre, com entrada gratuita.

20h – À noite, o festival terá a apresentação da peça “Ambrozhya e o Fantasma da Arte”, com a Cia. Apareceu a Margarida. Baseado na obra do dramaturgo Sérgio Cardoso, é uma tragicomédia e uma crítica social e política de época sobre os fazeres culturais. A trama se desenrola após o quadro de um pintor lazonense Leone Castomante ser vendido por 100 mil libras em uma casa de leilões na cidade de Londres. Sabendo dessa informação, a família promove um evento para celebrar os 20 anos do desaparecimento inexplicável do pintor, que é o fantasma da arte que paira sobre Lazone. A classificação é para 14 anos e a entrada, gratuita.

11/10
10h – A peça “De encontro”, com o grupo Criatê Arte & Produção, se resume em apenas dois banquinhos no palco, onde a dupla Camila Duarte e Clayson Charles dão vida a personagens inusitados sobre encontros, compartilhados por pessoas nas ruas e nas mídias sociais. A classificação é livre, com entrada gratuita.

17h – Ainda pela programação do Festival de Teatro, a peça “Canções para não dizer”, como grupo Ator Maestro. Livremente inspirado no poema “O corvo”, de Edgard Allan Poe, o espetáculo leva ao palco um homem fragmentado em busca de uma identidade genuína. Na peça, o arquivista Marcelo é obrigado a passar a noite trancado na repartição pública em que trabalha. Do diálogo que estabelece com um pombo, que está no forro do teto, desenrola-se uma reflexão reveladora sobre suas identidades. A classificação é para 14 anos e entrada é gratuita.

20h – “Ovelha Dolly”, com Michelli Santini e Fernando Carvalho, é a peça que fecha o dia 11 de outubro. A cena é sobre a famosa ovelha clonada em 1997, mais de 20 anos atrás. Com apenas um microfone e uma lona laranja de embalar produtos no chão, Dolly dará seu depoimento de fama, decadência, processo de clonagem e morte. A classificação é para 16 anos, com entrada gratuita.

12/10
10h – “Augusto”, com o grupo Locômbia, abre a programação do festival no dia 12. Na peça, o palhaço Augusto resolve acabar com a tristeza no mundo colocando um sorriso na Lua Minguante, mas, o sorriso é pego pelo Vento e logo roubado pela Morte, personagens a quem o Palhaço enfrenta para resgatar a alegria perdida. A classificação é livre e a entrada é gratuita.

20h – “Fome”, com a Cia. Espaço em Branco, fecha o dia 12 de outubro. A peça se trata de um monólogo radical e impactante, cujo tom confidencial busca proporcionar uma experiência sensorial e poética entre artista e público. Com direção de João de Ricardo, a personagem interpretada por Sissi Venturin, também dramaturga do espetáculo, revela uma fome voraz e sexual que incorpora mitologias e
críticas a respeito da feminilidade, num relato ao mesmo tempo irônico, absurdo e trágico. A classificação é para 18 anos, com entrada gratuita.

13/10
10h – “5 semanas em um balão”, com o grupo Sabre de Luz, inicia a programação do dia 13. Voltada ao público infantil, a peça mostra Dr. Fergusson, um cientista aventureiro, seu amigo, Dr. Kennedy, um corajoso explorador e seu fiel criado Joe, que partem em uma aventura pela África a bordo de um balão. Durante o percurso eles aprendem que nem todo tesouro do mundo é mais valioso do que uma grande aventura. A classificação é livre e a entrada, gratuita.

19h – “Helena”,do grupo Ateliê 23, encerra a programação do Festival de Teatro. O espetáculo narra, de forma não cronológica, a história de vida uma mulher-mãeprofessora-brasileira-resistência. A metáfora de Helena para falar sobre a construção de uma imagem de superação, palavra-evocação dessa narrativa. Helena é de carne, osso
e, principalmente, fé. A filha de Raimunda, mãe de Eduardo e Taciano. A ensinadora de tantos, a senhora de sua história. A filha de Deus.

A classificação é para 16 anos.

14/10 e 15/1020h
A 12ª edição da Mostra Sesc de Música Canção da Mata será realizada nos dias 14 de 15 de outubro, a partir das 20h, no Teatro Amazonas. No total, o evento será composto por dez apresentações musicais. A entrada é gratuita e tem faixa etária livre.

No dia 14, se apresentam no palco Marcelo Ipanema e Izunomê; Pela Bera; Solar Roots; Trio Samambaia;
Banda Santrio e encerramento com o Coral TSG – Sesc AM.

No dia 15 é a vez de Lorenzo Fortes; Ianeza Wanzeler; Jeferson Mariano; Jânio Queiroz; Karen Francis, com encerramento da Cia. de Dança Sesc AM.

16/10 – 20h
O show “Influência Amazônica” reunirá os cantores Raulnei, Zezinho Corrêa. Ketlen Nascimento e Rainier de Carvalho e banda para um encontro musical que vai celebrar o amor à Amazônia. A entrada custa R$ 100 para todos os lugares do Teatro.

17/10 – 20h
A Série Guaraná continua a programação, desta vez, com os convidados Daniel Oliveira (clarinete) e Guilherme Mannis (como regente),  para acompanhar a Amazonas Filarmônica para executar as obras de Dmitri Shostakovich, Magnus Lindberg e Sergei Rachmaninov. A entrada é gratuita e a classificação é para 10 anos. 

18/10 – 20h
A Banda Escândalo Fônico realiza um show para o lançamento do álbum “Azo”, no Teatro Amazonas. A entrada é gratuita, mas banda pede que o público também doe latas de leite que serão destinadas ao abrigo Núcleo de Assistência à Criança e à Família (Nacer). 

19/10, às 20h e  20/10, às 19h
“Mamma Bia Baré – O Musical” vai reunir as músicas consagradas do Grupo Abba com elenco totalmente regional, contando com grandes nomes da música no Amazonas, além de componentes do Coral do Amazonas e atores da região. A história se passa em uma pousada, no município de Presidente Figueiredo, onde os preparativos do casamento da filha da dona da pousada está a todo vapor e a filha resolve convidar os três últimos namorados da mãe para descobrir quem é o seu pai. Os ingressos custam de R$ 30 a R$ 50 e podem ser comprados no site da Bilheteria Digital. 

23/10 -16h e 19h
A Companhia de Teatro Metamorfose apresenta o clássico “Alice no País das Maravilhas”, no Teatro Amazonas. Baseada na obra do escritor Lewis Carroll, o espetáculo conta a história da menina curiosa seguir um coelho branco, quando de repente cai em sua toca e é levada a um reino onírico. Todos os lugares custam R$ 30, e a classificação é livre.  

24/10 – 20h
A Amazonas Filarmônica e o barítono Inácio de Nonno se reúnem para um concerto da Série Guaraná em homenagem ao aniversário da cidade de Manaus. Para ocasião será executado o Hino Municipal de Manaus, além das obras “Prelúdio e Canções do Amor” e “Sinfonia nº 10”,  de Claudio Santoro. A regência será do maestro Marcelo de Jesus e o evento terá entrada gratuita, com classificação para 10 anos. 

25/10 – 20h
O Balé Folclórico do Amazonas apresenta dois espetáculos. “Amazônia” foi criado em comemoração ao aniversário da Aeronáutica e desde então a peça integra o repertório do grupo. O espetáculo representa a floresta em cena, com todas as suas peculiaridades. Já “Cenas Amazônicas” faz um passeio pelos traços indígenas e caboclos que se mantém vivos por séculos na região amazônica. O trabalho também conta com um repertório musical que valoriza o imaginário, além das danças folclóricas que enriquecem o espetáculo com suas histórias e representatividade cultural. A entrada é gratuita. 

26/10 – 20h 
Márcia Siqueira e James Rios sobem ao palco do Teatro para o show “Afro Brasilis”. A dupla irá celebrar a consciência negra, com um repertório que reúne músicas de Gerônimo, Margareth Menezes, Caetano e Carlinhos Brown, Caetano Veloso, Daniela Mercury, entre outros, A entrada custa R$ 50 para todos os lugares. 

27/10 – 11h e 19h 
Dois eventos da Série Guaraná serão realizados no Teatro Amazonas no dia 27 de outubro. Às 11h, A Orquestra de Câmara do Amazonas e o Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas apresentam um balé inspirado na vida de Camille Claudel e em sua paixão pela arte de esculpir com riqueza de detalhes as formas humanas, técnica incentivada por seu mestre Auguste Rodin. A regência será do maestro Marcelo de Jesus e o evento terá entrada gratuita, com classificação para 10 anos. 

Às 19h, a Orquestra Experimental da Amazonas Filarmônica, sob a regência de Luiz Fernando Malheiro,  executa obras de Bedrich Smetana e Alexander Glazunov. A entrada é gratuita, com classificação para 10 anos. 

29/10 – 20h 
O Grupo Kabanos protagoniza o show musical “Na Estrada”, em comemoração aos cinco anos de trajetória da companhia, que desenvolve um trabalho autoral. O repertório é composto de 16 canções. A entrada é gratuita. 

30/10 – 20h 
O cantor Manoel Passos e convidados apresentam o show “Vinicius e Toquinho: 50 anos de música”, que homenageia os ícones da música brasileira. O evento contará com os cantores Paulinho FM, Naiá Leide e Antonela Martins, além de participações de Lorenzo Fortes, Sandro Passos, Maria Eduarda e Coral Infantil PMJP. A entrada gratuita e a classificação é livre.

31/10 –  20h
A jovem mezzo soprano francesa Eva Zaïcik, uma das revelações da cena lírica internacional e vencedora do Concurso Rainha Elisabeth da Bélgica em 2018, se une a Amazonas Filarmônica para mais um concerto da Série Guaraná. Zaïck vai cantar “Les Nuits d’été”, ciclo de canções de Hector Berlioz para voz e orquestra, sob regência de Marcelo de Jesus. A entrada é gratuita e a classificação é para 10 anos.