Home Notícias Projeto ‘Ópera Mirim’ visita crianças no Hospital Joãozinho

Projeto ‘Ópera Mirim’ visita crianças no Hospital Joãozinho

Espetáculo, que faz parte da programação do 22º Festival Amazonas de Ópera, foi apresentado nos leitos da unidade

Foto: Michael Dantas/SEC

Na tarde do sábado (4/5), os pequenos pacientes do Hospital e Pronto-Socorro da Criança Joãozinho ficaram surpresos quando viram entrar, em seus leitos, um menino segurado por cordas que precisava ser acordado por um relógio animado. Eles estavam vendo mais uma apresentação do teatro de marionetes da “Ópera Mirim”, projeto que faz parte da programação do 22º Festival Amazonas de Ópera (FAO).

O FAO é uma realização do Governo o Amazonas, através da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), com patrocínio master do Bradesco, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cidadania e Secretaria Especial de Cultura. As apresentações, que começaram no dia 26 de abril, seguem até 30 de maio. 

Após apresentações na Casa Vhida e no Hospital Infantil Dr. Fajardo, foi a vez das crianças do Hospital Joãozinho conhecerem os personagens manipulados pelos artistas Fábio Retti e Fabiana Vasconcelos Barbosa, do grupo Pequeno Teatro do Mundo. O espetáculo encenado foi uma versão diferente de “Rossini por um fio”, em que a dupla usa abertura da ópera “La scala di seta”, de Gioachino Rossini, como trilha sonora para uma cena breve, na qual uma criança precisa ser acordada, literalmente, por um relógio. 

“Estas apresentações fazem parte das diretrizes da SEC de levar atividades culturais, como o teatro e a ópera, às pessoas que não têm acesso e que muitas vezes não têm oportunidade de comparecer a alguma programação artística. Assim, procuramos, por meio da arte, humanizar ainda mais estes ambientes, oferecendo a estas crianças e aos acompanhantes, algo fora da rotina do hospital”, declarou a secretária executiva da SEC, Sigrid Cetaro.

Em um dos leitos, Alessandra Costa de Souza, mãe do pequeno Kauã, de 1 ano, se emocionou ao ver o teatro de marionetes. “Eu estava tentando prender e não consegui, acabei chorando. Desde pequena quis ir ao teatro, mas nunca fui. Achei maravilhosa a peça, me emocionei muito”, contou.

A empresária Márcia Saif, 33, e o filho Bryan Saif, 13, se divertiram com a apresentação. “Foi uma surpresa maravilhosa. Muitas das crianças não podem sair, porque ficam debilitadas por conta da medicação, e nós também não saímos, ficamos sem ideia do que acontece lá fora. Então, ter uma apresentação dessa aqui dentro é ótimo, tanto para as crianças, quanto para nós, mães”, destacou.

“Gostei muito da apresentação. O personagem principal parecia comigo, as mesmas roupas”, acrescentou Bryan. 

A diretora do Joãozinho, a enfermeira Michella Pimentel, ressaltou a importância de atividades culturais dentro das unidades hospitalares. “A criança, quando está dentro do hospital, fica muito estressada, devido à ansiedade para ir para casa. Iniciativas como essas proporcionam alternativas para diminuir estes fatores de estresse e melhorar a saúde delas”, disse.

Para os pequenos – O “Ópera Mirim” segue com apresentações de “L’enfant et les sortilèges” (“O Menino e os Sortilégios”), de Maurice Ravel, no hall do Teatro Amazonas no domingo (12/5) e no dia 26 de maio, às 11h, com entrada gratuita. O projeto também visitará os municípios Santa Isabel do Rio Negro (17/5) e Benjamin Constant (18/5), e o Centro de Educação em Tempo Integral (Ceti) Zilda Arns (29/5).

“Foi a primeira vez que tivemos essa experiência de ir em cada quarto, cada leito. Foi emocionante ver o sorriso nos rostos das crianças e dos acompanhantes. Ouvir de uma mãe que chorou que ela nunca foi ao teatro, mas o teatro foi até ela. Isso faz todo o trabalho valer a pena. Esperamos levar um pouco disso para todos, em cada apresentação”, comentou Fabiana Vasconcelos, do grupo Pequeno Teatro do Mundo.

‘Maria Stuarda’ – Após a apresentação no domingo (5/5), no Teatro Amazonas, em sua estreia brasileira, “Maria Stuarda” segue com reapresentações na sexta-feira (10/5), às 20h, e no domingo (12/5), às 19h, também no TA. A obra de Gaetano Donizetti narra a rivalidade entre as rainhas Mary Stuart, da Escócia, e Elizabeth I, da Inglaterra.

O elenco de “Maria Stuarda” conta com Tatiana Carlos (soprano), como Elizabeth; Cristina Giannelli (soprano), como Mary; Dhijana Nobre (soprano), como Anna Kennedy; Paulo Mandarino (tenor), como Roberto, conde de Leicester; Fred Oliveira (barítono), como Cecil; e Pepes do Valle (baixo), como Talbot. A italiana Cristina Giannelli já interpretou Mary em três produções.

Sobre o 22º FAO – Em 2019, o FAO celebra o centenário de nascimento de Claudio Santoro com a apresentação da ópera“Alma”, do compositor e maestro amazonense. Também estão na programação “Ernani”, de Giuseppe Verdi; “Maria Stuarda”, de Gaetano Donizetti; “Tosca”, de Giacomo Puccini; e “Mater Dolorosa”, baseada na cantata “Stabat Mater Dolorosa”, de Giovanni Pergolesi.

Os ingressos para o FAO 2019 estão à venda na bilheteria do Teatro Amazonas e pelo site Bilheteria Digital (www.bilheteriadigital.com/teatroamazonas), com valores que vão de R$ 2,50 a R$ 60.

A programação do festival abrange ainda o Recital Bradesco, com canções compostas por Claudio Santoro; o projeto “Ópera Mirim”; o encontro “Os Teatros de Ópera e a Economia Criativa na América Latina”, voltado para apresentar dados e casos de sucesso sobre a Indústria da Ópera na América Latina; o concerto do Dia das Mães; e Mulheres da Ópera.

Sobre o Bradesco Cultura – Com centenas de projetos patrocinados anualmente, o Bradesco acredita que a cultura é um agente transformador da sociedade. O Banco apoia iniciativas que contribuem para a sustentabilidade de manifestações culturais que acontecem de norte a sul do país, reforçando o seu compromisso com a democratização da arte. São eventos regionais, feiras, exposições, centros culturais, orquestras, musicais e muitos outros, além do Teatro Bradesco em São Paulo.

Em 2019, estão previstas diversas atrações como o espetáculo “OVO”, do Cirque du Soleil; os festivais de Parintins e Tiradentes; as festas juninas de São João do Caruaru e Campina Grande e o Natal do Bradesco, em Curitiba. Segue em cartaz “O Fantasma da Ópera”.