Home Notícias Secretaria de Cultura e Economia Criativa promove oficinas de roupas para bonecos e brinquedos antigos
Notícias - 14 de outubro de 2021

Secretaria de Cultura e Economia Criativa promove oficinas de roupas para bonecos e brinquedos antigos

As inscrições são gratuitas e as atividades acontecem no Palacete Provincial, a partir desta sexta-feira (15/10)

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, está com inscrições abertas para oficinas de roupas para bonecos e brinquedos antigos, que acontecem a partir desta sexta-feira (15/10), às 15h, no Palacete Provincial (Praça Heliodoro Balbi, no Centro). As atividades são gratuitas e compõem a mostra “Infância Inesquecível”, na programação do Mês das Crianças.

A oficina de roupas para bonecos vai ser ministrada por Dione Maciel, nesta sexta e sábado (16/10), das 15h às 17h. Segundo Ricardo Lopes, gerente da Central de Arte e Educação, 30 vagas estão disponíveis para cada dia, para jovens a partir de 15 anos, no link (https://bit.ly/3mNdRKw).

“Contamos com uma facilitadora muito experiente com figurinos, a proposta é confeccionar roupas por meio da livre expressão e criatividade”, afirma o idealizador do projeto. “Solicitamos aos participantes que tragam botões, retalhos de tecidos, linha, agulha, tesoura e, se possível, o boneco”.

No dia 22 de outubro acontece a oficina de brinquedos antigos, a partir das 15h, com Edna Gomes, para crianças acima de seis anos. Também estão disponíveis 30 vagas no link (https://bit.ly/3FQ0xNY).

Mostra – Em cartaz até 30 de novembro, a exposição “Infância Inesquecível” recebe o público de terça-feira a sábado, das 9h às 17h, com brinquedos e atrações dos anos 1970 a 1990. São carrinhos, bonecas, bolas, pião, ioiô, mola maluca, barquinhos, peteca, bolinhas de gude, cubo mágico, jogos eletrônicos, jogos de tabuleiro, gibis, livros infantis e LPs de bandas e cantores que divertiram essa geração.

“É um resgate de experiências a partir desta nostalgia. É um momento de troca, quando pais e filhos se conectam”, comenta o gerente. “Queremos propor essa vivência a crianças e adultos, além de dialogar com escolas, comunidades, universitários da área de Educação para visitar nossa exposição”.

O acesso é gratuito, com agendamento pelo Portal da Cultura (cultura.am.gov.br) e apresentação do comprovante de vacinação na entrada. É obrigatório o uso de máscara.