EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Projeto “Murais de Mawe” ressalta a vivência do homem da floresta em Maués

Maués vai ganhar murais que falam sobre a cultura do homem da floresta pelas mãos do artista visual Erick Dammon, conhecido como Nommad, que realiza o projeto “Murais de Mawe”, contemplado pelo Prêmio Feliciano Lana, da Lei Aldir Blanc, promovido pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

Ao todo serão três murais a partir da arte urbana contemporânea, especificamente o muralismo com técnicas de graffiti, que ocuparão pontos estratégicos do município. Nommad já trabalha na ideia do projeto desde 2018, quando se mudou para Maués e iniciou uma nova linha artística em sua carreira, sobre a vivência do homem da floresta, sua crença, culinária e a mística do ambiente onde esse homem vive.

As obras também falam dos costumes da tribo Sateré-Mawé, a cultura do guaraná, e a figura da matriarca como fonte de energia da criação.

“Englobo tudo isso no meu processo criativo e passo para o público de uma forma educativa, através de uma história das imagens que compõem uma linguagem de valorização, construção e resgate da cultura indígena e ribeirinha. Foi muito bem aceito em Maués quando comecei a fazer alguns trabalhos, fiz parcerias com ONGs e também com a prefeitura do município”, explicou o artista.

Com o edital Feliciano Lana, o artista deu continuidade ao seu trabalho em Maués por meio do projeto “Murais de Mawe”. O primeiro mural já foi finalizado, na avenida Antártica, uma das principais do município. Nommad teve que suspender os trabalhos por conta das chuvas, mas declarou que deve realizar o segundo mural neste mês de agosto.  

“Até novembro, considerando as chuvas em Maués, pretendo entregar o terceiro e finalizar o projeto”, declarou.

Você pode gostar