EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Quadrilhas tradicionais marcam sexto dia do Festival Folclórico do Amazonas

Festejos seguem até o dia 23 de julho, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia

Fotos: Tácio Melo/Secom

O sexto dia de apresentações da 64ª edição do Festival Folclórico do Amazonas foi marcado pela alegria contagiante de quadrilhas da Categoria Ouro, na noite de sábado (16/07). Os festejos seguem até o dia 23 de julho, às 19h30, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia (antiga Bola da Suframa), onde o público poderá conferir 70 apresentações entre grupos folclóricos e bois-bumbás.

Quem compareceu ao espaço cultural conferiu o espetáculo preparado pelas quadrilhas tradicionais Gald na Roça, Faz Raiva na Roça, Brotinho de Petrópolis, Junina Caipira na Roça e As Poderosas na Roça, além da dança internacional Caxemira.

A quadrilha Gald na Roça, do bairro Alvorada, foi a que abriu a sexta noite. O fundador Alexandre Gald conta que o grupo se apresenta há 15 anos no festival, levando para casa oito títulos e a oportunidade de disputar o Concurso Nacional de Quadrilhas.

“Nesse retorno vocês vão ver o quanto o festival vai ser maravilhoso, porque a gente com essa garra, com esse amor e determinação não só de ser campeão, mas mostrar que a arte e a cultura prevalecem sempre. Em qualquer tipo de situação, ela que salva a saúde mental de todos nós”, destacou Alexandre, ao falar sobre os dois anos sem a realização do evento.

Priscila Uchoa, 37, foi um dos destaques da quadrilha ao entrar na arena representando Nossa Senhora do Carmo, padroeira da diocese de Parintins. A quadrilha homenageou os festejos do município misturando os ritmos de quadrilha e boi-bumbá. Emocionada, Priscila reconheceu o esforço do grupo.

“A Gald é uma família, é isso aqui, é alegria, é sorriso, é tudo o que vocês possam imaginar. ‘Família Gald’ está dizendo tudo. É essa alegria contagiante que todos nós temos para vocês”, disse ela.

Quem sentiu a emoção e alegria repassada pelas quadrilhas da noite foi a industriária Iraildes Oliveira, 52. Ao lado das filhas, do genro e da neta, ela elogiou a estrutura preparada para o evento.

“Maravilhoso. Eu vinha há alguns anos, mas este ano, depois da pandemia, veio com tudo. Estou achando maravilhoso e essa quadrilha foi espetacular. Vim com as minhas duas filhas, meu genro e neta. Quero ficar aqui e apreciar até mais tarde. Tenho certeza que vão ter mais quadrilhas maravilhosas e só temos a agradecer por esse espetáculo”, declarou Iraildes.

Fotos: Tácio Melo/Secom

Festival Folclórico do Amazonas

O Festival Folclórico do Amazonas – Categoria Ouro – segue até o dia 23 de julho, às 19h30, no Centro Cultural Povos da Amazônia. A 64ª edição do festival retorna ao formato presencial, depois de dois anos suspenso, devido à pandemia. O evento, com entrada gratuita, celebra a cultura popular e incentiva a geração de emprego e renda no Estado.

Ao todo, o festival levará ao público 70 apresentações, sendo 64 de grupos folclóricos e seis Bois-Bumbás, Master A e B. A transmissão do evento é da TV Encontro das Águas.

Você pode gostar