EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Seminário de Políticas Públicas da Cultura do Amazonas encerra com abordagens sobre captação de recursos, termos de fomento e economia criativa

O encerramento do evento aconteceu nesta terça-feira (1º/10), no Palacete Provincial
Foto: Alex Maia

Esclarecimentos sobre celebração de termos de convênio e de fomento, economia criativa e captação de recursos marcaram o segundo e último dia do Seminário de Políticas Públicas da Cultura do Amazonas, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC). O encerramento do evento aconteceu nesta terça-feira (1º/10), no Palacete Provincial, localizado na Praça Heliodoro Balbi, Centro de Manaus.

Nesta terça, as atividades tiveram a participação da diretora do Departamento de Controle e Fiscalização da SEC, Anne Paiva, que esclareceu os principais itens necessários para a celebração de termos de convênio e de fomento; da economista e especialista em Gestão de Projetos, Karla Martins, que abordou a Economia Criativa; e do administrador, agente cultural e consultor de projetos, André Guimarães, que levou aos presentes informações sobre a Lei de Incentivo e as etapas da captação de recursos.

“Desde o início do ano, estamos em contato bem próximo tanto com as prefeituras quanto com as organizações da sociedade civil, o que nos fez listar as dificuldades mais frequentes. Pelas manifestações dos participantes após a exposição, acredito que conseguimos abordar os principais questionamentos deles e reiteramos que estamos à disposição para mais conversas, de forma a sanar as dúvidas para que consigam fazer uma celebração de termo de fomento e de convênio mais clara e simples e também uma prestação de contas sem problemas depois”, observou Anne Paiva.

Para o secretário estadual de Cultura, Marcos Apolo Muniz, o seminário alcançou o objetivo: estreitar o diálogo com artistas e entidades e jogar luz sobre as ferramentas de fortalecimento do fazer cultural na capital e no interior. “Tivemos momentos de discutir e esclarecer o que a SEC vem construindo como base para a Cultura do Amazonas nos próximos anos e momentos de esclarecer as ferramentas que podem fortalecer o trabalho desenvolvido pelas associações e municípios. O evento foi parte de um caminho que vamos percorrer juntos, partilhando as experiências e buscando apoio mútuo”, afirmou.

Representante da Prefeitura de Tonantins em Manaus, Jesuína Azevedo Martins elogiou a iniciativa da SEC. “Vamos certamente utilizar os conhecimentos adquiridos para que se traduzam em melhorias nas ações culturais, fortalecendo aquilo que o nosso município tem de tradição e movimentando a economia local. A partir desses encontros, a gente consegue reestruturar as ações e legalizar o que é necessário para que a secretaria municipal de Cultura  funcione de ordem e de direito”.

Além de Tonantins, o Seminário de Políticas Públicas da Cultura do Amazonas  reuniu, nos dois dias, representantes de municípios como Parintins, Fonte Boa, Humaitá, Lábrea, Nhamundá, Benjamin Constant, Apuí e São Paulo de Olivença. O encerramento, nesta terça-feira, contou com apresentação da Orquestra de Violões do Amazonas (Ovam).

Você pode gostar