EnglishFrenchItalianPortugueseSpanish

CULTURADOAM

Vacina Amazonas: mutirão tem animação de balada pela segunda dose durante a madrugada

A segunda dose da vacina contra a Covid-19 é um momento de alegria para quem cumpriu mais uma etapa de imunização no mutirão Vacina Amazonas, realizado neste fim de semana em Manaus. Para quem decidiu trocar a animação de uma balada por uma madrugada se vacinando, a expectativa é voltar a aproveitar – o quanto antes – o que a noite manauara tem para oferecer.

A programação cultural, que acontece na Arena da Amazônia, Vasco Vasques e Sambódromo, foi organizada pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.

Na Arena da Amazônia, um dos três postos oferecidos pelo Governo do Estado nas 33 horas ininterruptas de mutirão, uma tenda com DJ foi o local certo para fazer os “baladeiros” não perderem a animação. Quem comandava a música era o DJ Ramon Pereira, de 21 anos.

“É uma balada diferente, são vários artistas que vem aqui. Meu horário é das 19h às 1h da manhã, e é um prazer imenso estar aqui animando essa noite num momento tão esperado por todo mundo, que é a vacinação para salvar a gente desse vírus”, afirmou o DJ, que participou pela primeira vez do mutirão.

Festa da vacina – Antes da pandemia da Covid-19, a preocupação de muitas pessoas naquela ocasião era escolher qual o programa perfeito para curtir o final de semana com a família ou com seus amigos. A ideia se manteve durante a madrugada da quarta edição do Vacina Amazonas na capital, porém com o objetivo final e os sentimentos diferentes.

Fábio Lima, de 34 anos, aproveitou a noite para ir ao Sambódromo tomar a sua segunda dose da vacina. Antes dos cuidados por conta da Covid-19, ele conta que um sábado era o momento ideal para aproveitar a família.

“Geralmente eu ficava com a minha família assistindo TV, comendo uma pizza. Saía pra Ponta Negra. Hoje é totalmente diferenciado, mas é uma coisa boa, para imunizar a população e voltar ao que a gente fazia antes. A gente estando imunizado não leva o vírus pra casa. É muito importante a população está se imunizando pela segunda vez e se tiver a terceira também”, destacou Fábio.

Ruth Rodrigues, de 47 anos, foi acompanhada do marido ao Centro de Convenções Vasco Vasques durante a madrugada de vacinação. Os dois receberam a segunda dose contra a Covid-19 com muita alegria e devidamente caracterizados pela animação do boi-bumbá.

“É o segundo mutirão que venho e gosto de vir à noite, no ritmo do boi, claro, alegre, feliz. Gente, vocês que ainda não tomaram a segunda dose, por favor venham, tomem, porque ainda tem gente em casa que venha a adoecer. Venha tomar porque vacina é muito bom pra saúde”, convocou Ruth.

Quem também usou a noite para garantir a imunização foi Carlos Alberto Delazeri, de 50 anos. Junto da família, ele afirma que se animaria em outro local antes da pandemia e sente mais tranquilidade com a segunda dose. 

“Estaria tomando uma bem geladinha, com a família, curtindo com os amigos e hoje viemos aqui em busca dessa imunidade tão esperada que muita gente não teve essa oportunidade. Temos fé em Deus com essa segunda dose e estamos tranquilos para voltar à normalidade e o Brasil começar a decolar de novo. Imunidade é só aqui no braço. Vamos vacinar”, afirmou Carlos Alberto.

Você pode gostar